5 BASES DE DADOS QUE TODO FISIOTERAPEUTA DEVE CONHECER!

há 2 meses     -     
5 BASES DE DADOS QUE TODO FISIOTERAPEUTA DEVE CONHECER!


 

          Olá, fisioterapeuta!
          A nossa profissão vem trazendo, a cada dia, novas evidências de tratamentos para diversas doenças. Assim, para que nos mantenhamos atualizados, não basta apenas garantir o conhecimento em livros didáticos! Precisamos estar atentos às novidades científicas da Fisioterapia e, para isso, a leitura de artigos científicos é fundamental!
          Muitos colegas e alunos já me perguntaram sobre onde podemos encontrar artigos científicos em fisioterapia e a melhor resposta sempre será: nas bases de dados! Preparamos, então, uma lista com as 5 Principais Bases de dados que todo Fisioterapeuta deve conhecer!
 

#1 – PUBMED

 
          A PubMed é um “motor de buscas” para acessar o acervo da MEDLINE, uma biblioteca científica virtual dos Estados Unidos. Embora o acervo desta base de dados tenha sido criado voltando-se à Biomedicina, a Fisioterapia é perfeitamente contemplada nos artigos nela indexados.
          Vale lembrar que esta base de dados está em Inglês, que atualmente é a língua mais popular no meio acadêmico. Sendo assim, os principais artigos na nossa área estarão redigidos na língua inglesa, sendo válido que o Fisioterapeuta apresente certo domínio linguístico ou que pelo menos saiba manejar ferramentas de tradução automática.
          Para acessar a PubMed, basta clicar no link: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/ .
 

#2 – PEDRO

 
          A Physiotherapy Evidence Database (PEDro) é a base de dados de evidências em fisioterapia. O PEDro é uma base de dados gratuita com mais de 44.000 ensaios clínicos aleatorizados, revisões sistemáticas e diretrizes de prática clínica em fisioterapia. Para cada ensaio clínico, revisão ou diretriz de prática clínica, o PEDro apresenta os detalhes de citação, o resumo e o link para texto completo (quando possível)
          Para acessá-la, clique no link: https://www.pedro.org.au/portuguese/ .
 

#3 – BIBLIOTECA COCHRANE

 
          A Biblioteca Cochrane é a principal base de dados para pesquisa de revisões sistemáticas e metanálise. Vale lembrar que, na pirâmide das evidências científicas, esse tipo de estudo está no topo, sendo o melhor nível de evidência que os acadêmicos podem fornecer para a sociedade.
          Para acessar a Biblioteca Cochrane, clique no link: https://www.cochranelibrary.com/ .
 

#4 – SCOPUS

 
A Scopus é considerada o maior banco de dados de resumos e citações da literatura com revisão por pares: revistas científicas, livros, processos de congressos e publicações do setor. Oferecendo um panorama abrangente da produção de pesquisas do mundo nas áreas de ciência, tecnologia, medicina, ciências sociais, artes e humanidades.
Para acessar a Scopus, clique no link: https://www.elsevier.com/pt-br/solutions/scopus .
 

#5 – LILACS

 
          A Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde (LILACS) é o mais importante e abrangente índice da literatura científica e técnica da América Latina e Caribe. Muitas pesquisas brasileiras encontram-se indexadas nesta base de dados, sendo uma importante fonte de estudos científicos para a nossa área!
          Para acessar a LILACS, clique no link: http://lilacs.bvsalud.org/ .
 
          Esperamos que tenham gostado!
         
          Alexa Moraes
          Fisioterapeuta Neurofuncional
60 Publicações - 3 Seguidores

Sou a Fisioterapeuta Concurseira da Sanar! No meu blog você vai encontrar tudo sobre concursos, residências e sobre a carreira do fisioterapeuta no Brasil! Estamos melhorando aos poucos a sua experiência por aqui!

  • 60 Publicações