3566 Publicações -

A Rede Mobilizadores promove oficina online gratuita sobre “Rotulagem de Alimentos”

há 3 anos     -     
A Rede Mobilizadores promove oficina online gratuita sobre “Rotulagem de Alimentos”

 

O pão integral é mesmo integral? Devo consumir um produto diet para não engordar? Como saber se um alimento tem muito sódio? Essas são algumas perguntas que os consumidores se fazem e para respondê-las é preciso saber ler os rótulos dos alimentos.

 

A compreensão dos rótulos é fundamental para que se façam escolhas alimentares saudáveis e adequadas às necessidades de cada pessoa. No entanto, uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) com 807 mulheres adultas –  de todas as faixas de renda, com idades entre 20 e 65 anos -, revelou que boa parte destas consumidoras não compreende os rótulos: 30% afirmam compreender apenas parcialmente, e 10% delas não compreendem nada ou muito pouco.

 

Para debater o tema, a Rede Mobilizadores vai promover, de 4 a 8 de maio, a oficina online gratuita “Rotulagem de Alimentos”, com facilitação de Ana Paula Bortoletto, nutricionista do Idec, e de Francine Lima, jornalista e criadora do canal “Do campo à mesa”. 

 

De acordo com normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além da lista de ingredientes, o rótulo deve indicar quantidade, prazo de validade, informação nutricional, método de conservação (no caso de congelados, por exemplo), entre outros dados. Porém, além da dificuldade de compreensão, especialistas apontam vários problemas em relação aos rótulos, como pouco destaque para as informações nutricionais, a não obrigatoriedade da indicação da presença de alergênicos, de resíduos de agrotóxicos ou da quantidade de açúcar presente nos alimentos; o fato de a informação nutricional se referir apenas à porção do alimento e não ao total da embalagem, entre diversos outros fatores.

 

Nutricionistas apontam que a interpretação do rótulo é essencial para promoção de uma alimentação saudável e adequada e para enfrentar o aumento das doenças crônicas relacionadas à alimentação no Brasil. Segundo dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), em 2013, 50,8% dos brasileiros estavam acima do peso ideal e, destes, 17,5% são obesos.

 

Diante desse quadro, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) recomendou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que dê mais atenção às propostas regulatórias de rotulagem de alimentos, visando facilitar a compreensão e a legibilidade da informação para os consumidores, e também combater a divulgação de informações enganosas e abusivas. A Anvisa criou então um grupo de trabalho para subsidiá-la em assuntos técnicos e ou científicos relacionados à rotulagem nutricional.

 

Durante a oficina, além de explicar o que deve estar no rótulo segundo a legislação em vigor, serão apresentados os principais problemas apontados por especialistas e as possíveis soluções. Será incentivado também um debate entre os participantes sobre suas dificuldades em relação aos rótulos de alimentos. Ao final da atividade, será redigida uma carta com as principais reivindicações dos participantes a ser encaminhada ao grupo de trabalho da Anvisa.

 

Inscrições abertas – As inscrições para a oficina começaram no dia 17/04 e podem ser feitas até 1º de maio. Para se inscrever, é preciso estar cadastrado no site da Rede Mobilizadores. O processo é simples, rápido e gratuito, no site www.mobilizadores.org.br/inscreva-se. Mais informações pelo telefone (21) 2528-3352.


 



Aproveite e estude para Concursos Públicos através da nossa aula GRATUITA, disponível por tempo limitado!

Clique AQUI!
3566 Publicações - 0 Seguidores

  • 3566 Publicações