http://dx.doi.org/10.1080/02701960.2015.1005288

http://dx.doi.org/10.1080/02701960.2015.1005288

Ageism

há 1 ano     -     
Ageismhttp://dx.doi.org/10.1080/02701960.2015.1005288

Estima-se que a população de idosos dobre até 2050, o que implicará diretamente em uma maior demanda dessa população nos serviços de saúde.

Assim sendo, para que seja provido um atendimento de qualidade, faz-se necessário que o ensino dos profissionais de saúde aborde uma geriatria focada em um envelhecimento saudável, compreendendo tanto aspectos físicos quanto mentais. Entretanto, há um rol de preconceitos sobre o envelhecer culturalmente enraizados que, muitas vezes, pode formar um estereótipo que se sobreponha à realidade singular de cada idoso, comprometendo a intervenção do profissional de saúde. Dá-se a esse comportamento preconceituoso o nome de Ageism, o qual é um fator de risco para a saúde do idoso.

fonte: http://dx.doi.org/10.1080/02701960.2015.1005288

  • 5 Publicações