Artralgia crônica pós infecção por chikungunya

há 2 anos     -     
Artralgia crônica pós infecção por chikungunya

A Chikungunya é uma uma enfermidade infecciosa febril que pode ser transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, com sintomas de febre e erupção cutânea, associados à cefaleia, mialgia, e quadro de poliartrite e poliartralgia simétrica, intensa e debilitante, principalmente de pequenas articulações. Possui elevada taxa de morbidade e baixa de produtividade associada à artralgia persistente e tem, como consequência, redução da qualidade de vida.

Embora os sintomas de fase aguda durem aproximadamente duas semanas, uma das sequelas desta infecção é um quadro de artralgia crônica, instalado após esta fase, cuja duração pode chegar a dois anos. Não se sabe exatamente qual o mecanismo de cronificação do quadro. São propostas hipóteses como as de reservatórios virais em articulações, que levam a uma inflamação a longo prazo, causando dor ou, ainda, um desbalanço entre as respostas pró e anti-inflamatórias, com predomínio de resposta pró-inflamatória e recrutamento de células e liberação de citocinas exacerbadamente. 

Entre os fatores de risco para a artralgia de longa duração após a infecção, estão distúrbios metabólicos como a diabetes mellitus, ou ainda diagnóstico prévio de doenças reumatológicas, como a Artrite Reumatoide. A idade avançada e a gravidade dos sintomas de fase aguda também são apontados como predisponentes. 

O fato de a doença poder levar a um quadro álgico a longo prazo, faz com que esta infecção entre para a lista de diagnósticos diferenciais dentro da prática tanto do médico generalista como do reumatologista. História pregressa de acometimento febril com prostração e artrite e e viagens para regiões endêmicas devem constar em toda a anamnese nos pacientes com poliartralgia de longa duração. Além disso, ao realizar o diagnóstico de fase aguda de Chikungunya, é necessária a orientação do paciente a respeito do risco de prolongamento do quadro após o fim da fase febril.

Referências

1. Yaseen et al.: Identification of initial severity determinants to predict arthritis after chikungunya infection in a cohort of French gendarmes. BMC Musculoskeletal Disorders 2014 15:249

2. Schilte C, Staikovsky F, Couderc T, Madec Y, Carpentier F, et al. (2013) Chikungunya Virus-associated Long-term Arthralgia: A 36-month Prospective Longitudinal Study . PLoS Negl Trop Dis 7(3): e2137. doi:10.1371/journal.pntd.0002137

3. Dupuis-Maguiraga, L. et al (2012) Chikungunya Disease : Infection-Associated Markers from the Acute to the Chronic Phase of Arbovirus-Induced Arthralgia. PLoS Negl Trop Dis 6(3): e1446

VEJA TAMBÉM

Caso clínico: cirrose e pancreatite

Caso Clínico - Cetoacidose diabética

Fique sabendo: Influenza

  • 2 Publicações