3449 Publicações -

As 8 razões principais para acreditar na continuidade dos concursos públicos

há 1 ano     -     
As 8 razões principais para acreditar na continuidade dos concursos públicos


Após as últimas notícias sobre concurso público, o governo federal divulgou a intenção de suspender os concursos públicos para cargos federais neste ano, como parte das novas medidas do pacote de ajuste fiscal.

Mesmo que essa notícia tenha deixado todos os concurseiros assustados, podemos perceber que há algumas especulações sobre essa decisão ser tão radical assim.

Para quem já está habituado a estudar, sabe que a aprovação em um concurso concorrido demanda no mínimo um ano e meio de estudo e dedicação. Pois os cargos de nível elevado se tornam um projeto de longo prazo para o estudante, até porque são mais de 15 disciplinas exigidas nesses concursos além de uma média de corte altíssima.

Por isso, talvez esse seja o momento de começar a planejar os estudos a longo prazo, com calma e disciplina. Além do mais com essa notícia que pode não haver concursos em breve, muita gente acaba desistindo de estudar, pois falta a perspectiva de um edital próximo. Ou seja, no final do ano, é possível ter uma grande vantagem competitiva, equiparando com outros candidatos!

Devido a isso separamos as principais razões para você não acreditar que o governo vai acabar com os concursos
 
  1. Não há como ficar sem concursos

É de conhecimento de todos que em inúmeros órgãos existe um percentual altíssimo de servidores que preenche os requisitos para a aposentadoria. Há previsão que este abono caia e a partir daí serão muita aposentadorias.  Nesse caso não existirá alternativa senão acelerar os concursos.
 
  1. Não existe um país sem servidores

É necessário que o governo faça um investimento neste setor, pois a máquina pública depende em consideravelmente do funcionamento do serviço público. Não podemos esquecer que anualmente existem aposentadorias, falecimentos e exonerações, cujos cargos precisam ser repostos.
 
  1. O país precisa continuar a crescer

Não se pode deixar de ter servidores ativos na fiscalização, nas estradas, arrecadações e  fronteiras. Pois isso faria com que o crescimento do Brasil diminuísse. Por isso, para os concursos é o mesmo que dizer que se está estagnando o país. Imagina ficarmos sem professores, médicos, enfermeiros?
 
  1. Não se pode acabar com os concursos já confirmados

Para quem não sabe os concursos que já estavam previstos e autorizados não serão afetados, um exemplo disso foi o concurso do INSS, que reservava mais de 900 vagas.
 
  1. Especulação da suspensão

Não esqueça que essa decisão de suspender os concursos ocorreu apenas no poder Executivo da União e no Senado, não atingindo o Legislativo nem o Judiciário Federal, sendo assim, tribunais e Congresso continuarão seus concursos.
 
  1. Os concursos locais permanecem

Os concursos estaduais e municipais também não estão suspensos. Os estados e prefeituras continuam fazendo concursos, por exemplo, aqueles destinados, por exemplo, para Câmara de Vereadores, Segurança Pública, Saúde, Prefeituras, continuam abrindo editais.
 
  1. Já passamos por um mandato de suspensão

Você pode não lembrar ou até mesmo ter conhecimento, mas em 2008 tivemos uma impactante decisão sobre a não realização de concursos públicos, já em 2010, foi um corte enorme e, mesmo assim, foram aprovados mais de 36 mil novos servidores empossados e a economia estava aparentemente muito mais difícil que agora.
 
  1. Continue estudando e garanta sua preparação

Lembre-se: concursos de alta exigência intelectual necessitam de pelo menos um ano e meio de estudos. Aproveitem esse momento para se preparar com tranquilidade e foco no cargo dos seus sonhos!

NutriçãoEnfermagemPsicologiaFarmáciaMedicina VeterináriaMedicina  | OdontologiaFisioterapia
 
3449 Publicações - 0 Seguidores

  • 3449 Publicações