Caso Clínico de Emergência e Trauma - Acidente de Carro

há 1 ano     -     
Caso Clínico de Emergência e Trauma - Acidente de Carro

História Clínica 

Você está de plantão no SME móvel e é chamado para atender um paciente de 53 anos, motorista em acidente de carro envolvendo o atropelamento de um pedestre. Na cena, você observa que o painel encontra-se quebrado e o carro está em ambiente de risco, bem como oferece risco ao condutor. Nessa situação, o que deve ser feito?

Durante a avaliação do paciente, você tem GCS 11 (AO = 3; RV = 3; RM = 5). Realizada estabilização de fratura em membro inferior em cena, assim como contenção de sangramento em região temporal esquerda e em membro superior. Foi levado ao Hospital. Chegou ao hospital com os seguintes dados vitais e achados ao exame físico:

  • FC: 110 bpm;

  • FR: 30 ipm;

  • PA: 90 X 70mmHg;

  • Desvio da traqueia para direita.

  • Expansão torácica assimétrica, MV abolido em HTE e macicez a percussão de HTE.

Pontos de Discussão

Sistematize o atendimento desse paciente e defina as condutas a serem realizadas.

Discussão

Inicialmente, deve-se ponderar a retirada do veículo por Rauteck devido à risco do ambiente.

Quanto a sistematização do atendimento deve-se realizar o ABCDE do trauma.

A:

  • Abertura da V.A. da paciente – ausência de secreções e corpos estranhos

  • Apresenta turgência de jugulares e desvio de traqueia para direita

  • Foi colocado o colar cervical

B:

  • Inspeção: Expansibilidade assimétrica.

  • Palpação: sem alterações.

  • Percussão: macicez em hemitórax esquerdo

  • Ausculta: múrmurio vesicular abolido em hemitorax esquerdo

Nesse momento, espera-se que:

  1. Identificar hemotórax maciço

  2. Drenagem torácica  +  reposição volêmica.

  3. Drenagem imediata  aprox. 1500 mL ≥ de 200 mL/h de sangue  por  mais  de  2  a  4 horas  ou  recorrente necessidade  de hemotransfusão  = Hemostasia cirúrgica!

  4. Reavaliar paciente que apresentará melhora no quadro geral.

C: Circulação e conter possíveis fonte de sangramento.

D: Avaliar GCS e pupilas.

E: expor o paciente procurando por lesões que possam causar risco a vida.

  • 10 Publicações