Caso Clínico de Infectologia- Meningite Bacteriana

há 1 ano     -     
Caso Clínico de Infectologia- Meningite Bacteriana

CASO SANAR- MENINGITE BACTERIANA

Identificação: V.S.M, sexo masculino, 10 anos de idade, natural e procedente de Salvador-BA, religião católica.

Informante: Genitora

Q.P: Febre e cefaleia há mais de 48 horas.

HMA: Paciente apresentava-se hígido, há cerca de 48 horas começou a apresentar febre alta de 39,5°C junto com vômitos em jato, inapetência, astenia e irritação. Apresentou cefaleia no mesmo período sem fatores de melhora, relata piora ao movimentar-se. Genitora relata administrar Dipirona, 1 vez, sem melhoras. Procurou a emergência do Hospital Evangélico, onde foi percebido a presença de petéquias, inicialmente em região inguinal e posteriormente por todo o corpo do paciente. Encaminhado para o Hospital Couto Maia para averiguação e tratamento. Após chegada, a criança tem respondido bem ao tratamento com melhora da febre e da cefaleia, mas com petéquias e irritação persistentes.

IS: Nega perda ponderal, sem alterações em nariz, ouvidos e olhos, assim como sem alterações gastrointestinais, urinárias e extremidades.

Desenvolvimento Neuropsicomotor: Paciente com crescimento e desenvolvimento adequados para idade.

Precedentes Médicos: Genitora nega doenças, internamentos, cirurgias. Nega alergias medicamentosas, alimentares e ambientais. Refere cartão vacinal completo (SIC).

História Familiar: Nega casos de hipertensão arterial, diabetes mellitus, cardiopatias, câncer, doenças sexualmente transmissíveis.

 

EXAME FÍSICO

 

Dados Vitais:

FR: 46 ipm;     FC: 140 bpm;    Temperatura: 37,8 °C

Geral: Paciente mostra-se irritado, choroso, ativo, eutrófico, hidratado, anictérico e acianótico, mucosas normocrômicas, orientado no tempo e espaço.

Pele: apresenta petéquias por todo o corpo, com maior distribuição em extremidades nos MMII, sendo algumas coalescentes. Sem adenomegalias.

Cabeça e Pescoço: normocefálico, sem alterações ao exame. Pescoço cilíndrico, simétrico; laringe e traquéia móveis, medianas; pulso carotídeo simétrico; jugulares sem estase a 45º. Apresenta rigidez de nuca.

Aparelho Respiratório: tórax simétrico, sem deformidade, boa expansibilidade, taquipneico, murmúrio vesicular presente e bem distribuído sem ruídos adventícios.

Aparelho Cardiovascular: precórdio calmo, pulsos simétricos, cheios, taquicárdico. BN2T sem sopros.

Abdome: Plano, flácido, indolor, sem visceromegalia, RHA presentes e sem alterações.

 

Sistema Nervoso: Lúcido e orientado, responsivo. Sinais de irritações meníngea positivos: Kerning, Brudzinski e Laségue. Reage a estímulos dolorosos, sem alterações na força muscular.

Suspeita Diagnóstica: Meningite Bacteriana

Conduta: solicitados exames de punção lombar, de imagem – ressonância magnética-, hemograma. Inicio de antibioticoterapia empírica. Repouso sem restrições quanto à posição do paciente.

 

Resultados dos exames

Punção lombar: Líquido com coloração branca-leitosa, com diminuição nos níveis de glicose, diminuição dos níveis de cloretos, aumento das proteínas totais e cultura com crescimento em Agar chocolate.

Hemograma – Proteínas totais aumentadas, sem demais alterações

Ressonância magnética – Imagens sem alterações. 

  • 20 Publicações