Caso Clínico de Neurociências - Síndrome de Susac

há 1 ano     -     
Caso Clínico de Neurociências - Síndrome de Susac

Paciente, 33 anos, sexo masculino, previamente hígido, cursa com história de cefaleia diária crônica leve, holocraniana, pulsátil, responsiva ao uso de analgésicos comuns. Foi admitido no serviço de emergência com mudança do perfil álgico, referindo aumento de intensidade da dor, sem melhora ao uso de antiálgicos. Evoluiu com episódios de vômitos, inapetência e desorientação têmporo-espacial. Seis dias após internamento, o paciente progrediu com confusão mental, alteração comportamental com hiperssexualidade, sonolência e incapacidade de deambular, demais aspectos do exame físico neurológico sem alterações. Exames laboratoriais demonstraram valores elevados para marcadores inflamatórios (PCR e VHS) e sorologias negativas para HIV, HTLV, Hepatites (HBV e HCV) e sífilis. Exame do líquor apresenta 169mg/dL de proteínas, 90mg/dL de glicose e 2 cél.mm3. Foi realizada RNM. Qual a suspeita diagnóstica?

Resposta: Síndrome de Susac.

  • 5 Publicações