Caso Clínico de Oncologia - Meningioma

há 1 ano     -     
Caso Clínico de Oncologia - Meningioma

Paciente A.C.B.S, 22 anos, feminina, sem história prévia, apenas uma gestação sem intercorrências.

Data da internação: 21/01/2017

Queixa principal: cefaleia hemicraniana associada à amaurose bilateral, ambas progressivas há 1 ano com agravamento dos sintomas durante a gestação.

Paciente já havia sido referenciada ao neurocirurgião pelo oftalmologista, no qual foi evidenciado meningioma através de RNM. À internação, paciente encaminhada para a ala cirúrgica para pré-operatório.

No momento da internação: paciente lúcida, Glasgow 15, sem outras intercorrências.

Dia 23/01/17: Solicitados exames de pré-operatório.

Paciente manteve-se estável até o dia 25/01/107, quando iniciou com queixa de tremor em membro inferior esquerdo, sendo observado leve nistagmo ao exame físico, sem alterações pupilares, mantendo-se no mesmo quadro sem outras alterações até dia 30/01/17 (dia da cirurgia).

Encaminhada ao centro cirúrgico em jejum, onde foi realizada cirurgia para remoção tumoral e encaminhada à UTI.

Na admissão em UTI: Paciente com tot, VM, sedação residual, avc jvd, svd, dreno portovac subcutâneo (calota craniana, a esquerda), pupilas foto/iso, PAM invasiva radial esquerda. PAM 55-60, FC: 90-11, Sat: 96% (FiO2 30%), HGT 121, diurese: 300 mL em bolsa coletora SVD. AP: MV+ SRA, AC: RR2T sem sopro BNF, ABD: depressível, extremidades perfundidas, sem edema.

Foi liberada à enfermaria dia 01/02/17 com as seguintes condições: acordada, ECG 15, pupilas iso/fotorreagentes, com mobilização dos quatro membros, com discreta paresia em MSE. AC: RR2T sem sopro BNF; FC: 68 bpm, AP: MV+ SRA, FR: 14irpm,Abd: RHA +, depressível e indolor.

Na enfermaria manteve-se sentada ao leito, lúcida, orientada, em alimentação via oral, ventilação em ar ambiente com melhora da acuidade visual e deambulando.

Em Biopsia: meningioma grau 1 da OMS.

No dia 03/02/17 estava em uso de Dipirona SN, Metoclopramida 10mg/2mL, glicose 50% amp conforme orientação médica, Clorexidine para higiene oral 0,12%, dexametasona 4mg 1 cp 6/6h e fenitoína 100 mg 1cp 8/8h.

Paciente encaminhada para acompanhamento com especialidade.

 

Liga Acadêmica de Oncologia e Hematologia

 

Universidade Católica de Pelotas

 

  • 2 Publicações