Caso Clínico Fictício - Ebola

há 1 ano     -     
Caso Clínico Fictício - Ebola

A.C.V.M., sexo feminino, 26 anos, parda assistente de enfermagem, procedente e natural de Salvador. 

QP: febre e diarreia com sangue há 2 dias.

HMA: A paciente relata que há 2 dias teve início quadro de febre mensurada em até 38°C, diária, sem período específico determinado, e associada a fraqueza intensa. Como fator de melhora, informa o uso de Dipirona, necessitando fazer seu uso com frequência de 6 em 6 horas. Além disso, informa episódios de diarreia com presença de sangue vivo  que começou após início da febre. Apresentou cerca de 7 evacuações diárias, associada à náusea e dor abdominal. Paciente ainda refere mancha avermelhada em tronco e diagnóstico prévio de Diabetes Mellitus tipo I, em uso de Insulina NPH (2 vezes por dia). Por fim, informa ter retornado para o Brasil há 3 dias, pois estava trabalhando em um centro de tratamento de doenças infecciosas na Libéria.

 

Antecedentes Fisiológicos:

Relata ter nascido de parto eutócico, a termo, e sem complicações.

Apresentou desenvolvimento psicomotor adequado.

Menarca aos 12 anos, com ciclos menstruais regulares e presença de dismenorreia que melhora com uso de Buscopan. Coitarca 19 anos, com diferentes parceiros, sem uso de preservativo.

Nega alergia medicamentosa, mas refere alergia alimentar há camarão.

Refere DM1. Nega HAS, Dislipidemia, neoplasia, e demais patologias.

Faz uso de Insulina X há aproximadamente 10 anos.

 

Hábito de vida

Nega tabagismo, etilismo e uso de outras drogas entorpecentes.

Não pratica atividade física.

Hábito alimentar regular, com intenso consumo de carboidratos e gorduras, e baixa ingesta hídrica.

Mora em casa de alvenaria, com saneamento básico, coleta de lixo regulada e possui 3 animais de estimação  (2 cachorros e 1 gato, que informar estarem vacinados).

Informa não ter sorologia positiva para Doença de Chagas, HIV I/II e HTLV I/II.

 

Antecedente Familiar

Refere HAS (pai), DM1 (tia), e neoplasia (avó morreu há 3 anos com CA de Mama).

HPS: A paciente relata ter vivenciado muitas situações de estresse no último ano, pois trabalhou na Libéria, onde precisou lidar com situações de pobreza, morte e, principalmente, a aflição popular gerada pelo surto de doenças infecciosas no local.

 

Interrogatório Sistemático

·         Geral: febre e astenia

·         Pele: mancha avermelhada em tronco

·         Cabeça e Pescoço: vermelhidão nos olhos e prurido. Episódio de sangramento nasal há 2 dias.

·         Ap. Respiratório: nada digno de nota

·         Ap. Cardiovascular: nada digno de nota

·         Ap. Gastrointestinal: náusea, diarreia, enterroragia, dor abdominal

·         Ap. Hematológico: sangramento (hematoquezia)

·         Osteoarticular e vascular periférico: nada digno de nota

·         Endócrino:  nada digno de nota

·         Neurológico: nada digno de nota

EXAME FÍSICO

Regular Estado Geral, LOTE, bom estado nutricional, hidratada, mucosa hipocrômica (++/IV)

PA: 120×70mmHg

PR: 110bpm

FR: 24inc/min

TEMP.: 38,2°C

PESO: 66kg

ALTURA: 1.63m

IMC: 24,84

CIRC ABDOMINAL: 74cm

CINT/QUADRIL: 0.76

Sat de O2: 98%

Pele: exantema maculopapular em tronco

Cabeça e Pescoço: hiperemia conjutival, mucosa hipocrômica  ++/IV

Tórax: presença de tiragem intercostal, taquipneica, taquicardica.

Abdome: hipersensibilidade a palpação superficial, hepatimetria aumentada

 

Suspeitas diagnósticas:

Ebola

Leptospirose

Febre Amarela

Dengue Hemorrágica

Síndrome Monolike

Infecção do TGI

 

Exames complementares:

·         Hemograma

·         Hemocultura

·         Glicemia

·         TGO, TGP, Gama GT, Fosfate alcalina

·         CPK

·         Na e K

·         Ureia e Creatinina

·         Coagulograma

·         Sorologia para Leptospira (ELISA IgG, igM microaglutinação para leptospira)

·         IgG e IgM sorologia para Dengue

·         Sumário de urina

·         Coprocultura

·         Parasitológico de fezes

·         ECG

·         Radiografia de Tórax

Conduta terapêutica:

·         Soro fisiológico, ringer lactato.

·         Reposição hidroletrolítica

·         Antibioticoterapia

·         Dipirona - 1g, se dor ou febre.

·         Insulina regular conforme glicemia (substituindo a Insulina NPH)

Caso clínico fictício sobre Ebola elaborado por Marina S. Costa e Vanessa Hele B. dos S

  • 20 Publicações