Concurso MAPA 2019: aguardado pedido de novas vagas

há 8 meses     -     
Concurso MAPA 2019: aguardado pedido de novas vagas


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) deverá reforçar o pedido para a realização de um novo concurso público. Isso se deve ao fato da Instituição ter passado a ser responsável pelas funções anteriormente exercidas pela Fundação Nacional do Índio (Funai), após a posse do presidente Jair Bolsonaro.

Já existe um pedido para 555 vagas que tramita junto ao Ministério do Planejamento, no entanto o déficit é ainda maior. De acordo com o Sindicato Nacional de Auditores Fiscais Federais Agropecuários, faltam hoje cerca de 1.600 profissionais.

Portanto, vale ficar de olho nas informações e intensificar os estudos!

Último Concurso

A última seleção ocorreu em 2017, e teve como objetivo a contratação de 300 servidores no cargo de Auditor Fiscal Agropecuário, para profissionais formados em Medicina Veterinária, com remuneração inicial de R$ 15.042,71

Os auditores atuam nas áreas de auditoria e fiscalização, desde a fabricação de insumos, como vacinas, rações, sementes, fertilizantes e agrotóxicos, até o produto final, como sucos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, produtos vegetais, laticínios, ovos, mel e carnes.


O que faz o veterinário do MAPA?

Os veterinários do MAPA ocupam a função de Auditor Fiscal Federal Agropecuário!

A remuneração inicial para o cargo é de R$ 15.042,71. O valor que inclui o auxílio-alimentação, de R$ 458, em regime de trabalho de 40 horas semanais.

Os auditores atuam nas áreas de auditoria e fiscalização, desde a fabricação de insumos, como vacinas, rações, sementes, fertilizantes, agrotóxicos etc., até o produto final, como sucos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, produtos vegetais (arroz, feijão, óleos, azeites etc.), laticínios, ovos, mel e carnes.

Os profissionais também estão:

1.    nos campos;
2.    nas agroindústrias;
3.    nas instituições de pesquisa;
4.    nos laboratórios nacionais agropecuários;
5.    nos supermercados;
6.    nos portos, aeroportos e postos de fronteira;
7.    no acompanhamento dos programas agropecuários;
8.    nas negociações e relações internacionais do agronegócio.


SAIBA O QUE ESTUDAR PARA A PROVA!!! 

O concurso foi composto de Provas Objetivas, Discursiva e Análise Curricular.

As Provas Objetivas contaram com os seguintes assuntos: 

- Conhecimentos Gerais Língua Portuguesa;

- Língua Inglesa ou Espanhola;

- Direito Constitucional;

- Direito Administrativo e Ética Pública;

- Informática Básica.

Já a parte de Conhecimentos Específicos para Auditor Fiscal Federal Agropecuário na área Medicina Veterinária deverá englobar os seguintes temas relacionados a Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal

1. Inspeção industrial e sanitária dos produtos de origem animal (Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950, Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989 e sua alteração promovida pela Lei n° 12.341, de 1° de dezembro de 2010). 

2. Regulamentação da Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950 e Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989 (Decreto n° 9.013 de 29 de março de 2017 e alteração introduzida pelo Decreto nº 9.069 de 31 de maio de 2017). 

3. Normas técnicas de instalações e equipamentos para abate e industrialização de suínos (Portaria 711 de 1° de novembro de 1995 e alteração introduzida pela Portaria n° 155, de 17 de agosto de 2016). 

4. Regulamento Técnico da Inspeção Tecnológica e Higiênico-Sanitária de Carne de Aves (Portaria nº 210 de 10 de novembro de 1998). 

5. Controle e monitoramento de Salmonella spp. nos estabelecimentos avícolas comerciais de frangos e perus de corte e nos estabelecimentos de abate de frangos, galinhas, perus de corte e reprodução, registrados no Serviço de Inspeção Federal (Instrução Normativa nº 20 de 21 de outubro de 2016, exceto o art. 86 o qual foi revogado pelo art. 4° da Instrução Normativa n° 08, de 17 de fevereiro de 2017). 

6. Procedimentos de Controle da Listeria monocytogenes em produtos de origem animal prontos para o consumo (Instrução Normativa nº 09, de 08 de abril de 2009). 

7. Regulamento Técnico sobre as condições Higiênico-Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Elaboradores/Industrializadores de Alimentos (Portaria nº 368, de 04 de setembro de 1997). 

8. Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle - APPCC a ser implantado, gradativamente, nas indústrias de produtos de origem animal sob o regime do Serviço de Inspeção Federal – SIF (Portaria nº 46, 10 de fevereiro de 1998). 

9. Patógenos de interesse de saúde pública implicados em surtos alimentares por consumo de produtos de origem animal. 10. Regulamento Técnico de métodos de insensibilização para o abate humanitário de animais de açougue (Instrução Normativa n° 03, de 17 de janeiro de 2000).


59 Publicações - 1 Seguidores

Sou o Veterinário Concurseiro da Sanar! No meu blog você vai encontrar tudo sobre concursos, residências e sobre a carreira do médico veterinário no Brasil! Estamos melhorando aos poucos a sua experiência por aqui!

  • 59 Publicações