3449 Publicações -

Concurso PF 2017 tem movimentações no Ministério e deve sair em breve

há 1 ano     -     
Concurso para Perito da Polícia Federal tem previsão para ser lançado em 2017!


Detentor de autonomia concedida pelos decretos 6.944/2009 e 8.326/2014, o Departamento de Polícia Federal não necessita de autorização para realizar seleções para a área policial. Diante disso, o Concurso para Polícia Federal está apenas aguardando a liberação de verbas para ser realizado. É esperada a oferta de 1.758 oportunidades distribuídas entre os cargos de Agente (600), Escrivão (600), Perito Criminal e Delegado (558).

O cargo de Perito Criminal é para Farmacêutico, Dentistas, Médicos Veterinários e Médicos Legista e tem remuneração inicial de R$ 17.288,85.

A instituição tem, atualmente, um déficit de cerca de 5.000 Agentes Administrativos e 2.000 Agentes de Polícia Federal e Escrivães de Polícia Federal. O concurso acontece sempre que a quantidade de vagas ociosas exceder a 5% do total existentes no respectivo cargo. 

No fim do mês de julho de 2017, a PF contou com importantes movimentações em sua solicitação de vagas, constando como concluído no Gabinete da SGP do Ministério do Planejamento. Após 19 movimentações, no total, a expectativa é de que o certame seja liberado ainda em 2017!

Apesar de não haver concurso em andamento, há a previsão de lançamento de edital para concurso para os cargos de Perito Criminal.

Assim como no último concurso da Polícia Federal para estes cargos, o preenchimento das vagas será prioritariamente nos postos de fronteira e nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, permitindo a remoção de servidores que já atuam nestas localidades para outras. Obedecida estas condições, o preenchimento também pode ser feito em todos os estados, de acordo com as necessidades. As provas costumam ser aplicadas em todas as capitais e no Distrito Federal, exceto o exame oral, que ocorre somente em Brasília (DF).

Saiba como se preparar para o concurso para Perito Criminal (para Farmacêuticos) 

Saiba como se preparar para o Concurso para Odontolegista

Os concursos da Polícia Federal são tradicionalmente realizados pelo Cespe/UnB, e compreendem provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional.

As provas são aplicadas em todas as capitais e os aprovados são inicialmente lotados justamente nas regiões de fronteira.

Progressão: O candidato aprovado no próximo concurso para Polícia Federal (PF) terá remunerações chamadas de "terceira classe". Os candidatos que ingressarem nos postos de perito serão avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para a categoria posterior. Ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma CATEGORIA para outra. Isso acontecerá até que se chegue ao último padrão, quando o servidor fará parte da Especial.
 
Consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente R$ 17 mil, o servidor chega a classe especial com mais de R$ 23 mil.

Saiba como se preparar para o Concurso para Médico Legista

Saiba como se preparar para o Concurso para Perito Criminal - para Veterinários

Jornada de Trabalho: Os novos peritos, e todos da carreira, exercem suas atribuições em jornada de 40h semanais. A distribuição desse quantitativo se dar em escala de serviço, realizada de forma que se trabalhe 24h seguidas com folga de 72h, ou seja, trabalha um e folga três dias.

Necessidade de pessoal: Semelhante à PRF, a PF apresenta carência de servidores, e precisa desse concurso. A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) evidenciou a necessidade extrema de recursos humanos enfrentada pela PF, apontando que as quase 500 vagas ociosas no cargo de delegado equivalem a cerca de 30% do efetivo. A ADPF já ressaltou que a realização desse concurso depende unicamente do ministério e da existência de orçamento.


Concursos anteriores da PF para Perito Criminal

De acordo com o último concurso, realizado em 2012, as matérias cobradas na prova objetiva são: Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Direito Penal e Processual Penal, Noções e Direito Administrativo e Noções de Direito Constitucional, além dos Conhecimentos Específicos de cada área.

Como não houve nova abertura de certame desde 2012, tudo indica que entre o final de 2016 e início de 2017 a Polícia Federal lance edital para abertura de concurso público.

Para conferir o edital do último concurso, clique aqui.

Inicie seus estudos: Diante de todas as explanações, você conheceu um pouco da carreira. E agora, mais do que nunca, deve iniciar seus estudos, pois os concursos da PF sempre atraem um quantitativo alto de inscritos, no último, por exemplo, foram mais de 46 mil inscritos para o cargo de delegado, uma concorrência de 310 candidatos por vaga. Já o último concurso para perito registrou um total de 35 mil candidatos, uma média de 358 por vaga. O que pode te ajudar neste momento são os estudos pré-edital. Assim, todo conteúdo estará consolidado até a publicação do edital, sobrando tempo para revisar e aprofundar possíveis inclusões.


3449 Publicações - 0 Seguidores

  • 3449 Publicações