3485 Publicações -

Consumo de peixe ajuda na saúde dos ossos e do coração, diz nutricionista

há 2 anos     -     
Consumo de peixe ajuda na saúde dos ossos e do coração, diz nutricionista

 

Às vésperas da Semana Santa, a variedade de peixes disponível nos mercados e feiras livres é ainda maior. Além de ser o alimento preferido dos brasileiros nesta época de Páscoa, o pescado é benéfico para quem quer reforçar a saúde dos ossos e do coração.

Adriana Miyuki Koizumi, nutricionista da rede de supermercados Hirota, explica que o peixe é rico em proteína, assim como a carne vermelha, mas sua composição é bem melhor para a saúde. "Isso ocorre por causa da gordura insaturada, que protege o coração e reduz o risco de doenças oxidativas, como o câncer”, afirma.

“O ômega 3, presente em várias espécies, controla os parâmetros de gordura no sangue (abaixa o colesterol ruim e aumenta o bom), diminui processos inflamatórios, auxiliando no combate à aterosclerose e aos radicais livres. Além de ser fonte de vitaminas e minerais, como cálcio e fósforo, elementos fundamentais à saúde óssea”, explica a nutricionista.

Para quem prefere o bacalhau, atenção: o peixe deve ser dessalgado adequadamente, pois pode gerar perigo aos hipertensos ou pacientes com doenças renais, devido à alta quantidade de sódio.

Confira as informações nutricionais de alguns pescados:

Salmão

O salmão é rico em gorduras boas e apresenta uma combinação de elementos muito importante para a saúde óssea: vitamina D, proteína e ômega 3 – que, além de ser anti-inflamatório, ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, pois auxilia na redução do colesterol total, do LDL e do triglicérides. Para evitar perda de massa óssea, é indicado conciliar o consumo regular desse tipo de peixe com prática constante de exercícios.

Merluza

Com preço mais acessível, é um peixe que possui potássio, substância responsável por normalizar os batimentos cardíacos e minimizar os efeitos do sódio no corpo. Um filé (100g) tem cerca de 0,9g de gorduras totais, enquanto a sardinha enlatada, por exemplo, tem 24g. A merluza tem também uma boa quantidade de fósforo (273mg), o que ajuda o cálcio no fortalecimento ósseo.

Sardinha

Além de saborosas, as sardinhas contêm cálcio e vitamina D em boa quantidade, o que mantém os ossos mais fortes. Para se ter uma ideia, um prato com três sardinhas é tão ou mais benéfico para os ossos do que um copo de leite ou de iogurte. Se consumido com a espinha, o peixe pode proporcionar uma quantidade ainda maior de cálcio. Também é rico em ômega 3 e minerais, como o magnésio, ferro e vitamina A.

Bacalhau

Assim como outras espécies, é rico em ômega 3 e vitamina D e tem ainda boa quantidade de cálcio. Mas é preciso ter cuidado, pois também contém alta quantidade de sódio, o que favorece a excreção de cálcio na urina. Antes de consumir o peixe, é importante retirar a crosta de sal que o envolve e deixá-lo de molho em água fria, dentro da geladeira, cortado em postas, por cerca de 24h. Troque a água por pelo menos três vezes.

Fonte: A Tribuna

3485 Publicações - 0 Seguidores

  • 3485 Publicações