3356 Publicações -

Entrevista: Mestrado na Nutrição

há 3 anos     -     
Entrevista: Mestrado na Nutrição

 

Hoje conversaremos com a Nutricionista Laís Spíndola sobre um tema ainda pouco explorado/difundido para nós nutricionistas mas de suma importãncia e que todos deveriam pensar/avaliar em sua carreira: "Mestrado para Nutricionistas". 

 

Laís, atualmente, é mestranda em Alimentos e Nutrição pela UFPI e nos contou um pouco da sua experiência de ter optado por essa modalidade de pós-graduação. 
 

1. Que a motivou a fazer mestrado?

A paixão pela pesquisa, pela docência e a vontade de crescer! O mercado está cada vez mais competitivo, apenas a graduação hoje em dia não garante emprego e muito menos destaque, e para vencer temos que ir além. Um mestrado e um doutorado irá lhe permitir ganhar espaço e reconhecimento em determinada área, além de aumentar muito as chances de aprovação em concursos públicos.



2. Quais são as etapas do processo de seleção?
As etapas são: 
 

1. Prova (geralmente discursiva)
2. Entrevista 
3. Avaliação de currículo. 

Em algumas seleções é solicitado também um pré-projeto, que deve ser entregue logo na inscrição e valerá como uma das notas.


3. É possível conciliar o trabalho com os estudos?

Sim. As aulas geralmente são em um único turno, ficando a manhã livre. Para quem trabalha em outro município e precisa se ausentar um ou dois dias existe a possibilidade de conversar com o orientador e ver a melhor forma de pegar as disciplinas. O importante é cumprir todos os créditos de disciplinas, e o ideal é que seja em um ano, para que o ano seguinte seja dedicado à execução do projeto e publicação de artigos.


4. O mercado de trabalho beneficia Nutricionistas que fazem mestrado? De que forma?

Sim. Além de aumentar as chances de aprovação em concurso público, as faculdades estão exigindo no mínimo um mestrado para o ingresso no corpo docente. Sem falar no currículo, que irá abrir portas para várias outras áreas do mercado.



5. Há algum benefício (salarial ou qualquer outro) em ter o título de mestre para aqueles que pretendem fazer concurso público? 

Sim, o salário oferecido é de acordo com seu título, ou seja, graduação, especialização, mestrado e doutorado. Quanto maior, melhor o salário.
 

6. Há bolsas para o mestrado? Qual é o valor da Bolsa? 

Sim. Atualmente a bolsa oferecida está no valor de 1500 reais.



7. Quais recomendações e dicas você sugere aos nutricionistas e estudantes de nutrição?

Não se acomodem, estudem muito! Façam um mestrado, doutorado, pós-doutorado, busquem cursos no exterior e publiquem artigos, isso possibilitará um lugar de destaque no mercado de trabalho além da segurança de um bom concurso público.


Muito Obrigado Laís pelas respostas. Foram de grande valia para nós. 

Você deseja receber mais entrevistas, aulas gratuitas e notícias sobre concursos para nutricionistas por e-mail? Clique aqui

Além de Mestranda pela UFPI em Alimentos e Nutrição, Laís Spíndola é autora do livro 1.000 Questões Comentadas de Provas e Concursos em Nutrição. Caso deseje ler trechos do livro, clique aqui

 

LAÍS SPÍNDOLA GARCÊZ é graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Piauí (2012) e Pós-Graduada em Nutrição Clínica pelo Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão (2014). Autora do livro 1.000 Questões Comentadas de Provas e Concursos em Nutrição e mestranda em Alimentos e Nutrição, linha de pesquisa Nutrição e Saúde, pelo Programa de Pós-Graduação em Alimentos e Nutrição PPGAN/UFPI. Foi professora do curso de nutrição da Faculdade de Educação São Francisco (FAESF) em Pedreiras/MA e Nutricionista do Núcleo de Apoio à Família (NASF) em Joca Marques/PI. Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Análise Nutricional de População.

3356 Publicações - 0 Seguidores

  • 3356 Publicações