3565 Publicações -

Entrevista sobre Residências com a Mestre em Nutrição Thaisy Honorato

há 2 anos     -     
Entrevista sobre Residências com a Mestre em Nutrição Thaisy Honorato


A Nutricionista Thaisy Honorato é Mestre em Alimentos, Nutrição e Saúde. Além de atuar na área clínica do Hospital Geral Roberto Santos através da  Secretaria de Saúde da Bahia, é docente titular do Curso de Nutrição da Universidade do Estado da Bahia e Coordenadora do Núcleo de Nutrição Clínica da Residência Multiprofissional da UNEB. Nesta edição da “CRN-5 em Revista”, esta profissional apresenta informações relevantes sobre a Residência em Nutrição. Confira:

CRN-5 – Após a Faculdade, o que é mais indicado: fazer uma especialização ou uma Residência em Nutrição? Por que?

Thaisy Honorato – Isso depende do objetivo do profissional. Alguns nutricionistas optam por realizar a especialização, conciliando as aulas teóricas com um ou mais vínculos empregatícios em Nutrição. Existem ainda aqueles profissionais que querem atuar na vida acadêmica e optam por realizar diretamente o Mestrado. A Residência, por sua vez, constitui um treinamento em serviço, de dedicação exclusiva, em que se possibilita a aquisição de grande aprendizado profissional, caracterizado pela vivência prática associada a atividades teóricas e teórico-práticas realizadas no decorrer dos dois anos da Residência. Como em geral nossos currículos de graduação em Nutrição são compostos por grande quantidade de disciplinas teóricas, observa-se uma carência de maior vivência prática do profissional antes de assumir um vínculo empregatício na área de saúde. A Residência emerge assim com o objetivo de possibilitar essa experiência.

Nutricionista: Saiba como se preparar para as Residências em Nutrição

CRN-5 – Quais as vantagens da Residência em Nutrição para a formação e qualificação do Nutricionista?

TH – A Residência possibilita o aprendizado em campo prático, que se caracteriza como um treinamento em serviço sob supervisão de profissionais habilitados. Lidar com desafios e dificuldades, ao mesmo tempo aprendendo a trabalhar de forma adequada, torna o nutricionista residente muito mais maduro ao final de dois anos do que quando iniciou suas atividades. Isso promove não apenas o contato entre o mundo do trabalho e o mundo da formação, mas um processo de educação permanente em saúde. Assim, a Residência favorece a formação de um profissional de saúde mais qualificado e valorizado diante do mercado de trabalho.

CRN-5 – Há desvantagens na Residência em Nutrição, do tipo baixa remuneração ou outras? Se sim, quais são?

TH – Toda experiência profissional sempre é válida e recompensadora se não vai de encontro às atribuições da nossa profissão e se estamos atuando na área em que temos afinidade. A remuneração da Residência em Nutrição é a mesma para todas as profissões em todas as Residências da área de Saúde. É uma remuneração com valor superior a muitos setores da Nutrição; porém, obviamente ainda bem inferior ao que mereceríamos receber diante da responsabilidade que assumimos ao lidar com a vida de pessoas. Não devemos desmerecer uma grande vantagem da Residência, que é a de atribuir ao nutricionista, ao final de dois anos, o título de especialista na área em que atuou, o que o torna notadamente valorizado no mercado de trabalho. Quem opta por cursar a Residência, entretanto, deve estar ciente da impossibilidade de assumir qualquer outro vínculo profissional remunerado no período vigente da bolsa da Residência. Cabe ressaltar, ainda, um diferencial da Residência Multiprofissional, que é possibilitar a vivência entre profissionais de diferentes profissões, favorecendo o maior intercâmbio ao se atuar em equipe interdisciplinar.

Nutricionista: Saiba como se preparar para as Residências em Nutrição

CRN-5 – Poderia citar quais os locais que oferecem Residência em Nutrição na Bahia?

TH – De acordo com o último edital do Processo Seletivo Unificado para Residência Multiprofissional em Área da Saúde da Bahia, existem campos de Residência em Nutrição oferecidos pelas seguintes Universidades: Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Salvador/UNIFACS, em Salvador; Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), em Juazeiro; Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em Feira de Santana e região.

CRN-5 – Como avalia as Residências em Nutrição oferecidas atualmente? (Desafios e Perspectivas)

 TH - As residências atuais em Nutrição, em sua maioria, são bastante recentes, encontrando-se portanto em um processo de construção e amadurecimento. A cada ano existe um aprendizado adquirido pela vivência, pelos resultados de ações tomadas, por mudanças de estratégias, por transformações nos campos de atuação. Existe muito a avançar; a demanda por vagas nas Residências em Nutrição tem sido cada vez maior, o que sugere a possibilidade de ampliação nos próximos anos.

Entretanto, o progresso tem se restringido bastante por conta de algumas limitações. As Residências sofrem com dificuldades geradas pela falta de investimento financeiro. Em geral, apenas a bolsa do Residente é fornecida, e resta às Universidades, com seu quadro reduzido de profissionais, providenciar coordenadores, tutores, professores para aulas teóricas, equipamentos. Isso torna nossa atividade bastante desafiadora.

CRN-5 – Como tem sido sua experiência como coordenadora da Residência Multiprofissional da Uneb (área de Nutrição Clínica)?

TH - Como citei anteriormente, é bastante desafiador lidar com essa atividade. Posso dizer que foi o maior desafio profissional que assumi até o momento. Encontro-me nessa coordenação há cerca de dois anos, quando desenhamos a Nutrição Clínica como o novo Núcleo a compor a Residência Multiprofissional da UNEB. O primeiro ano foi bastante desgastante físico e emocionalmente, pelo fato de estarmos construindo tudo, começando praticamente do zero.  As coordenações gerais da Residência e dos demais núcleos também estavam sendo substituídas, portanto todas nós estávamos nos familiarizando com a estrutura prática e teórica da Residência, ao passo que recebíamos uma nova turma de profissionais-residentes. Entretanto, conto com uma ótima equipe de trabalho, o que inclui os colegas-parceiros da UNEB e de outras instituições, os hospitais com quem realizamos parcerias e os residentes. Posso dizer que, superados alguns desafios, e mantendo o processo de amadurecimento a cada passo, tem sido emocionante e recompensador ver os resultados de um trabalho digno, fruto de intensa dedicação e realizado com muito amor.

Nutricionista: Saiba como se preparar para as Residências em Nutrição

Fonte: CRN--5
3565 Publicações - 0 Seguidores

  • 3565 Publicações