3498 Publicações -

Entrevista: Tudo sobre a carreira de Odontolegista com o Profº Rhonan Ferreira

há 7 meses     -     
Entrevista: Tudo sobre a carreira de Odontolegista com o Professor Rhonan Ferreira


Essa entrevista foi retirada do site do Prof. Ricardo Henrique, parceiro da Editora Sanar e organizador do livro Perito Odontolegista - Preparatório para concursos.

ENTREVISTA COM: Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva 

CURRICULUM RESUMIDO: 
Professor Adjunto de Odontologia Legal e Anatomia UNIP-GO; Mestre em Odontologia Legal pela FOP-UNICAMP; Doutorando em Anatomia pela FOP-UNICAMP; Especialista em Odontologia do Trabalho pela São Leopoldo Mandic; Pós-graduado em Genética pela UCG; Perito Criminal Oficial do IML-Goiânia.

O que o levou a seguir a área de Odontologia Legal? 

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] Em Janeiro de 2000, tomei posse no concurso de Perito Criminal da Polícia Técnico-Científica do Estado de Goiás e fui lotado no Núcleo Regional de Luziânia (GO), situado no entorno sul de Brasília (DF). Nesta época, comecei a realizar diversos tipos de perícias de local de crime (acidente de trânsito, arrombamento, incêndio, etc) e as perícias de crime contra a vida (suicídio, homicídio e acidente), especificamente, me chamavam a atenção pela complexidade e pela necessidade de análise simultânea, tanto da cena do crime quanto da vítima. Com pouco mais de seis meses de perícia, fui ao meu primeiro local de crime em que a vítima tinha sido carbonizada e, por coincidência, auxiliei um dos médicos-legistas a analisar a cavidade bucal com a finalidade de possível identificação durante a necropsia deste corpo. Diante do quadro de violência instalado nesta região e da necessidade de confeccionar laudos periciais com base científica, iniciei estudos mais aprofundados de determinados capítulos da Medicina Legal (traumatologia, tanatologia, identificação humana) e, então, surgiu o interesse pela Odontologia Legal. 

Quais as suas principais áreas de atuação em Odontologia Legal? 

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] Pelo fato de estar inserido na perícia criminal, minhas principais áreas de atuação estão basicamente relacionadas com o contexto de identificação odontolegal (utilizando-se tanto a documentação odontológica padrão - fichas, prontuários, radiografias e modelos de gesso - quanto documentos alternativos, como as fotografias de sorriso) e com a análise das lesões corporais decorrentes de agressões, acidente de trânsito e as produzidas por tratamento odontológico. Particularmente, as adversidades observadas na área de cirurgia e implantodontia (perda de implantes, parestesia, dor, introdução de objetos estranhos no seio maxilar) estão sendo cada vez mais questionadas judicialmente. 

O que você diria para alguém que estiver pensando em seguir nessa especialidade? 

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] A Odontologia Legal é uma especialidade com campo de atuação aberto, mas necessita que o interessado dedique tempo, estudo e paciência para que se atinja o sucesso profissional. Para aqueles que desejam seguir a carreira criminal, com a aprovação da Lei 12.030/09 o cargo de odontolegista foi oficialmente reconhecido como de Perito Oficial o que demonstra a possibilidade da abertura de novos concursos públicos. Ainda, com o grande número de profissionais disputando o mercado e com a impessoalidade dos planos de saúde odontológicos, os conflitos entre profissionais e pacientes estão aumentando e o poder Judiciário necessita de especialistas em Odontologia Legal para auxiliar na resolução destes impasses. Portanto, há espaço para todos que desejarem buscar o aprimoramento profissional na interface da Odontologia com o Direito. 

Quais tipos de casos periciais mais interessantes e/ou diferentes já participou? 

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] Aqui em Goiás, tivemos a oportunidade de participar de perícias que tiveram destaque na mídia nacional, como a da inglesa Cara Marie Burke que foi decapitada e esquartejada pelo namorado, do jogador de Basquete Toni Lee Harrys, que foi encontrado enforcado e em avançado estágio de decomposição na cidade de Formosa (GO), da russa Katryn Rakitov, que foi morta pelo assassino em série conhecido como “Corumbá” e da bancária Michellyne Rocha que foi carbonizada em seu automóvel por ordem de seu ex-marido. 

Como enxerga o mercado de trabalho em Odontologia Legal? 

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] A Odontologia Legal é uma especialidade muito interessante e se interliga com todas as outras especialidades odontológicas, o que permite que um grande número de oportunidades de trabalho apareça. Entretanto, podemos dizer que não temos “pacientes” que vêm até o nosso “consultório” e é necessário que o interessado defina qual a área que o mesmo quer atuar: 1) Perícia Criminal: preparar-se para concursos públicos das polícias civis estaduais ou da polícia federal; 2) Perícia cível/trabalhista: fazer contato com juizados para ser indicado em perícias de indenização, principalmente. Atuar junto a escritórios de advocacia para ser indicado como assistente técnico em processos judiciais; 3) Orientação profissional: realizar consultorias junto aos clínicos ou empresas na produção de documentação odontológica personalizada (prontuários, contratos, TCLE); ministrar aulas em cursos de especialização; realizar, supervisionar ou instituir auditorias odontológicas em empresas. 

Pela sua experiência enquanto Perito Oficial e atuação em IMLs, quais as principais necessidades para um profissional da Odontologia que queira partir para essa atividade profissional?

[Prof. Ms. Rhonan Ferreira da Silva] Para atuar nos IML, é necessário ter uma boa formação em Odontologia Legal que normalmente é oferecida nos cursos de especialização, buscando tanto a literatura nacional (que ainda é escassa, apesar de novas publicações na área pericial e na área deontológica terem surgido nos últimos 3 anos) quanto a internacional. Também é preciso estudar a Medicina Legal como um todo para que o odontolegista se ambiente com as várias perícias médico-legais que são realizadas nos IMLs e, finalmente, há a necessidade de se estudar a genética forense, que é uma área que está se desenvolvendo de forma cada vez mais intensa e já faz parte da realidade de vários serviços periciais criminais do Brasil. 

Se prepare para as provas de Odontolegista com o curso: Perito Odontolegista - Preparatório para concursos
 



3498 Publicações - 0 Seguidores

  • 3498 Publicações