3348 Publicações -

Estudar melhor? Conheça os alimentos que podem te ajudar!

há 1 ano     -     
Estudar melhor? Conheça os alimentos que podem te ajudar!


A boa alimentação é um aspecto fundamental para realizarmos as nossas atividades vitais e as que são exigidas ao longo da vida.

Nossas funções cerebrais responsáveis pela memória, pela concentração e pelo raciocínio lógico, por exemplo, são melhor realizadas se estamos bem nutridos, ou seja, fornecendo ao nosso organismo as vitaminas e minerais necessários ao seu funcionamento. Na sua fase de vida atual você precisa de muita concentração, então jamais descuide da alimentação, pois o que você coloca no prato interfere diretamente no seu rendimento!

A escolha por alimentos que estimulem a atividade mental deve ser priorizada e introduzi-los na sua dieta pode ser a solução para turbinar os estudos. 

Quer saber que alimentos te ajudarão a estudar melhor? Acompanhe com a gente!

CARBOIDRATOS COMPLEXOS



Alimentos à base de carboidratos complexos são os mais indicados para manter a concentração nos estudos. Os carboidratos transformam-se em açúcar, responsável pelo fornecimento de energia ao organismo, assim, o corpo torna-se disposto e o cérebro ganha concentração. Mas não estamos falando daquele carboidrato pobre, encontrado em pães brancos ou massas, com esses alimentos, o corpo ganha uma bomba de energia e depois sente-se fraco. Estamos falando, portanto, de carboidratos ricos em fibras e que são transformados em glicose lentamente, como arroz integral, pães integrais, quinoa, aveia e cereais em geral.

PROTEÍNAS



As proteínas devem ser priorizadas em todas as refeições, pois como sua digestão é mais lenta, a sensação de saciamento dura mais e a concentração também. A fome e a vontade constante de beliscar algo é um dos grandes fatores de falta de concentração, portanto, invista em alimentos como nozes, sementes, legumes, ovos, carnes, iogurtes e tofu.

ZINCO



O zinco é um mineral encontrado em carnes vermelhas, laticínios, ovos, fígado, caranguejo e ostras. Ele atua diretamente na atividade dos neurônios, protegendo-os dos radicais livres e preservando suas membranas, o que melhora a troca de informações entre eles e colabora com a memória e a concentração

FERRO



O ferro é responsável por carregar oxigênio para os tecidos do corpo e também para o cérebro. A falta de ferro no organismo resulta em pouco oxigênio no organismo, o que acarreta perda de memória, fadiga, apatia, falta de concentração e outros problemas similares. O ferro pode ser encontrado nas carnes vermelhas, no fígado, aves, peixes e mariscos. Nos vegetais, eles são encontrados nas folhas de cor escura, como couve e agrião e nos legumes como feijões, lentilha, ervilha e grão-de-bico.

ÔMEGA 3



Este é um ácido graxo que atua na massa cinzenta do cérebro, promovendo a comunicação funcional entre as células nervosas, monitorando o humor, a concentração e a memória. Ele pode ser encontrado em peixes, como salmão, atum, sardinha, arenque e cavala.

SELÊNIO



Este mineral é encontrado em frutas secas como avelãs, nozes e castanhas, além de ser encontrado no alho, carnes, abacate, frutos do mar e grãos. Ele tem uma importância fundamental no cérebro, pois mantém a atividade dos neurotransmissores normalizada, o que contribui para a manutenção do humor e a transmissão de mensagens cerebrais. Os estudantes poderão, portanto, usar e abusar das frutas secas citadas acima e que podem facilmente ser consumidas entre as refeições.

CAFÉ



Existem inúmeros estudos que apontam os benefícios e malefícios do café para a saúde, mas o que já se sabe e pode ser assegurado é que, na grande maioria dos casos, uma ingestão média e não abusiva dessa bebida pode realmente ser proveitosa para o organismo. Além de ter um sabor e aroma gradáveis, o café pode ser um excelente estimulante para quem está estudando para provas variadas e se preparando para concursos públicos.

Continue lendo esse artigo e descubra o quanto o café pode realmente te ajudar a estudar!

É UM ESTIMULANTE NATURAL

A cafeína, um dos principais elementos do café, estimula o sistema nervoso central e se coloca como antagônico à adenosina — o neurotransmissor que causa sonolência, assim, a substância aumenta a vigília diurna e noturna, muito embora o excesso de seu consumo possa provocar, em algumas pessoas, insônia e distúrbios de sono. Doses moderadas, no entanto, garantem o bom combate à letargia e eventual fadiga que toma conta do organismo, sobretudo após o almoço ou jantar, ou logo antes do horário de dormir, já tarde da noite, criando uma sensação de revigoramento momentâneo.

MELHORA A MEMÓRIA

A ingestão habitual de café ajuda a aprimorar a capacidade de retenção da memória, ativando os processos de atenção e de memória de longo prazo, por isso, a bebida se mostra como uma grande aliada para os desenvolvimentos de aprendizado. Se for ingerido em doses razoáveis, o café pode apresentar ainda ação preventiva de graves patologias que afetam a memória, como o Mal de Alzheimer e Parkinson.

AJUDA NA DIGESTÃO

A cafeína e outras substâncias achadas no café impulsionam a musculatura responsável pela digestão, ajudando neste processo e amenizando a sensação de fome. Provoca-se a secreção gástrica de ácido clorídrico e da enzima pepsina em maior quantidade em quem bebe, o que só se torna prejudicial para as pessoas que tenham úlceras ou gastrite. Além disso, o café possui um efeito diurético, o que, de forma geral, ajuda a regular o organismo para estudar e fazer bem as provas, dentro do ritmo pessoal do estudante.

MELHORA O RENDIMENTO FÍSICO

O café tem um efeito importante no desempenho dos exercícios, a ponto de fazer com que o Comitê Olímpico Internacional (COI) proíba altas doses de cafeína no organismo, reprovando os atletas de competições quando estiverem fora do padrão permitido. Além da capacidade de retardar a fadiga, a bebida contribui para aliviar as dores musculares e ampliar a disponibilidade física para a prática corporal.

Dessa forma, para quem está estudando para concursos (e não competindo em eventos desportivos), a ingestão pode ser uma ótima perspectiva para melhorar o rendimento e a resistência para estudar horas a fio. O café, portanto, é um excelente aliado para dar energia no início do dia e estimular o organismo ao longo dos períodos de fadiga, além e amenizar o estresse da rotina de estudos. Se você souber como regular adequadamente o consumo dessa bebida ao longo do dia, poderá usufruir de resultados ótimos para a boa fixação das matérias estudadas. 

E então, você está pronto para cuidar melhor de sua alimentação e aumentar a concentração nos estudos?
3348 Publicações - 0 Seguidores

  • 3348 Publicações