1 Publicações -

Estudos de soroprevalência do HHV-8 no Brasil

há 2 anos     -     
Estudos de soroprevalência do HHV-8 no Brasil

Confira o artigo, realizado pela Dra. Andrèa Gusmão sobre a soroprevalência do HHV-8 no Brasil, entitulado: Soroprevalência e Epidemiologia Molecular do Herpesvírus Humano 8 (HHV-8) em Populações Brasileiras

O Herpesvírus Humano 8 (HHV-8) foi identificado em 1994 por CHANG et al em biópsia de pele de pacientes com sarcoma de Kaposi associado à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA). O HHV-8 é um oncovírus membro da família Herpesviridae, sub-família Gamaherpesvirinae e gênero Rhadinovirus, o único do gênero a infectar humano. Possui ultraestrutura semelhante à de outros herpesvírus, apresentando regiões de DNA homólogas a dois gama-herpesvírus: Epstein-Barr Vírus (EBV) e o Herpes Vírus Saimiri (HVS), ambos com potencial oncogênico. Estudos revelaram a associação entre o HHV-8 e todas as formas de SK: clássica, endêmica, relacionadas à AIDS e associado a transplantes, além de outras lesões proliferativas das linhagens linfóides, relacionadas ou não à AIDS, como o linfoma primário de serosas (PEL) ou linfoma de cavidades do corpo (BCBL) e a doença de Castleman multicêntrica (DCM). No presente estudo, com a utilização dos ensaios sorológicos de imunofluorescência indireta foi possível determinar que o HHV-8 é endêmico em duas tribos indígenas (Tiriyó e Waiampi), localizadas na região Amazônica. Anticorpos anti-HHV-8 foram detectados em 56,8% dos índios (558/982), em todas as faixas etárias (0-81 anos) e em ambos os sexos. Nessas populações, a elevada prevalência em crianças menores de 2 anos (44,4%) e crianças de 2-9 anos (35.0%) sugerem a existência de vias de transmissão não-sexual do HHV-8, através da transmissão vertical ou pelo contato com secreções contaminadas. A soroprevalência do HHV-8 em doadores de sangue da cidade de Campinas foi baixa (2,8%), sendo todos os casos positivos pertencentes ao sexo masculino (9/319) e faixa etária de 31 a 50 anos. Curiosamente, todos os casos de pacientes com SK acompanhados no Hospital de Clínicas da Unicamp também pertenceram ao sexo masculino, sendo detectados anticorpos anti-HHV-8 em todos os casos de SK avaliados.

CONFIRA AQUI O ARTIGO!

Sobre a autora

Andrea Mendonça Gusmão Cunha
Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal da Bahia (1996), com habilitação em Bioquímica: Análises Clínicas e Saúde Pública pela Faculdade de Farmácia - UFBA (1998). Realizou Mestrado em Ciências Médicas (2001), Doutorado em Ciências Médicas (2005) pela Universidade Estadual de Campinas e Pós-doutorado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na área de Virologia (2009). Professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP) e da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC). Consultora e Coordenadora de Publicações na área de Farmácia pela Editora SANAR. Tem experiência na área de Microbiologia, Imunologia e Cultura de Células, com maior interesse em Virologia Molecular.

1 Publicações - 5 Seguidores

  • 1 Publicações