5 Publicações -

Hemodiálise: estilo de vida e a adaptação do paciente

há 1 ano     -     
Hemodiálise: estilo de vida e a adaptação do paciente

Hemodiálise: estilo de vida e a adaptação do paciente

            Nesta resenha, procuro fazer uma abordagem sobre artigo ‘Hemodiálise: estilo de vida e a adaptação do paciente’. O interesse do paciente e do profissional da Enfermagem. A visão do estagiário diante o artigo sugerido.

            Diante disso, o artigo tem a proposta de nos relatar sobre os grandes desafios que portador de uma doença crônica enfrenta quando se encara essa mudança na vida dele.

            Enfrentar é a palavra chave para descrever a mudança de vida do paciente de uma doença crônica. Mudanças nos hábitos de vida e mudanças na dieta, atividade física, medicações e até dependências de pessoas, não esquecendo os aparelhos para adaptar-se a um novo modo de viver.

            O artigo não propõe sobre a questão fisiológica que seria uma abordagem grande, mas tende a mostrar o lado psíquico do paciente ao receber o diagnostico e a urgência do tratamento.

        Pacientes entrevistados esboçam o descontentamento, mas aceitam ao tratamento pela necessidade e urgência. Alguns relatam sobre fardo e outros sobre a rotina semanal.

           No quadro de acordo com a pesquisa faz uma construção sobre a readaptação, começando com a negação, depois aceitação (gerada com tempo), a socialização e por fim esboça a luta interna contra maus sentimentos.

·         A negação ao tratamento e ao mesmo tempo a mudança de vida tende ser um bloqueio para os pacientes que estão iniciando o tratamento e até mesmo quem apenas descobriu diagnostico recentemente.

·         Aceitação é gerada após uma terapia e a educação exclusiva do enfermeiro para com cliente.

·         Socialização é a aceitação do paciente sobre a doença e as pessoas sobre o portador de doença crônica.

·         A luta interna contra os maus sentimentos seria a rotina semanal. Uma rotina que se tornou adaptativa, mas cansativa. Neste ponto, cabe uma maior observação ao paciente.

            Há uma necessidade de expandir sobre os limites em relação a rotina do tratamento hemodialítico e abre uma oportunidade para novas ideias para uma alternativa para se quebrar o fardo e a crítica negativa da rotina.

Referências bibliográficas

 

·         Hemodiálise: estilo de vida e a adaptação do paciente, http://www.scielo.br/pdf/ape/v22nspe1/14.pdf

 

-----Gostando do conteúdo? Discuta com a gente nos comentários!---- 

5 Publicações - 1 Seguidores

  • 5 Publicações