3351 Publicações -

HUWC-UFC realizou sua primeira cirurgia de Troca Valvar Aórtica

há 1 ano     -     
HUWC-UFC realizou sua primeira cirurgia de Troca Valvar Aórtica


O Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará, realizou sua primeira cirurgia de Troca Valvar Aórtica, uma cirurgia que é minimamente invasiva, visto que evita grandes incisões no paciente.
 
Em países como os EUA, por exemplo, essa cirurgia já é mais comum do que aqui no Brasil, onde está sendo implantada agora aos poucos.
Com a realização desse procedimento, o HUWC dá um passo importante para acompanhar as inovações que estão sendo feitas na área de cirurgia cardiovascular. A equipe que realizou o procedimento contou com cerca de oito profissionais, entre eles, três cirurgiões, dois anestesistas, dois técnicos de enfermagem e um enfermeiro perfusionista.
 
Nessa cirurgia, é feita um corte de cerca de cinco a oito centímetros, que é 75% menor do que a incisão realizada na cirurgia convencional. A operação consistiu na realização de uma incisão parcial do esterno, o osso achatado central do tórax, que concede maior estabilidade à caixa torácica.
A primeira pessoa a receber esse tipo de cirurgia no HUWC foi Francisca Alves Nobre, de 45 anos, que de início, sentiu tonturas e decidiu fazer alguns exames.
A partir deles, ela descobriu que precisaria fazer um cateterismo no HUWC, unidade vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Após o exame, constatou que precisaria realizar a cirurgia de troca valvar aórtica.
Após sete dias após o procedimento, Francisca voltou para casa. Cerca de 45 dias depois, retornou ao hospital para a consulta de revisão. Ela já recebeu alta médica.
 
  • Sobre os benefícios da Cirurgia
 
Essa operação traz benefícios tanto para o paciente quanto para a equipe e para a instituição que o realiza.
 
Entre os benefícios para o paciente estão a diminuição da dor no processo de regeneração, a recuperação mais rápida e a diminuição das chances de necessitar de uma transfusão sanguínea. Entre as vantagens desse tipo de intervenção incluem-se, ainda, o baixo custo de sua realização, uma vez que os instrumentos podem ser reutilizados sem nenhum prejuízo, e a permanência do paciente por tempo reduzido nos leitos hospitalares. O procedimento utiliza conceitos de segurança do paciente aplicados à cirurgia tradicional.
No entanto, apesar de possuir muitos benefícios, nem todos os pacientes são qualificados para se candidatar à operação. Na verdade, apenas pacientes que possuem complicações na válvula aórtica estão aptos a recebê-lo. O procedimento não pode ser realizado em pacientes que possuem complicações em outras regiões do coração. A equipe está desenvolvendo um protocolo para integrar os processos da enfermaria, do ambulatório e da cirurgia para viabilizar a realização dessa operação com maior rapidez.
  • Sobre o HUWC-UFC
 
Do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará, o Hospital Universitário Walter Cantídio pertence à Rede Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.


Enfermeiro (a), veja aqui como se preparar para concursos da EBSERH

Médico (a), veja aqui como se preparar para concursos da EBSERH

 
3351 Publicações - 0 Seguidores

  • 3351 Publicações