Insuficiência Cardíaca

há 1 ano     -     
Insuficiência Cardíaca

L.A.S., 43 anos, sexo masculino, morador de zona rural, deu entrada no pronto socorro com queixa de dispneia e dor torácica.

Na admissão, apresentava edema de MMII, jugulares ingurgitadas, reflexo hepato-jugular presente, com queixa de dor torácica intensa, constante, que teve início há 2 dias. Relatou também dispneia intensa, constante, que piora com o decúbito e que se mantém mesmo quando o paciente está em repouso. O paciente tem ICC chagásica e faz uso de furosemida 40mg MID, espironolactona 25mg MID e captopril 50mg TID. É hipotireideo e faz uso de puran T4 125mg MID. Ex-etilista há 2 anos, ex-tabagista há 7 anos. Nega demais doenças, cirurgias, alergias, hemotransfusões e neoplasias. História familiar de mãe diabética e hipertensa e pai hipertenso.

EXAME FÍSICO:

·         Ectoscopia: estado geral regular, lúcido e orientado no tempo e espaço, fácies atípica, pálido, cianótico (1+/4+), sudorético, pele fria, úmida e com pouca elasticidade, enchimento capilar retardado, edema de MMII 4+/4+).

·         Dados vitais: FC: 105bpm , FR: 15 ipm, PA: 100x70 mmHg, T°C: 36,4

·         Cabeça: Tireóide palpável, tópica, consistência fibroelástica,de tamanho normal. Linfonodos cervicais palpáveis, jugulares ingurgitadas, refluxo hepatojugular presente.

·         Sistema nervoso: déficits focais inexistentes, força preservada no tronco, nos MMSS e nos MMII. Reflexos miotáticos dentro da normalidade. Discreto tremor fisiológico bilateral das mãos.

·         Sistema respiratório: edema pulmonar, expansibilidade e elasticidade levemente reduzidas em toda a caixa torácica, timpanismo à percussão, frêmito tórcaovocal e sons respiratórios diminuídos em todo o tórax, crepitações teleinspiratórias em todo o tórax.

·         Sistema cardiovascular: ictus cordis palpável, pulso filiforme, bulhas arrítmicas e hipofonéticas, taquicárdico, sem sopros.

·         Abdome: globoso, edemaciado, peristaltismo preservado, maciçez móvel, Traube livre, sem massas ou sinal de irritação do peritônio, fígado palpável, audência de circulação colateral.

·         Membros superiores: sem edema e demais alterações.

·         Membros inferiores: edemaciados (4+/4+), com cacifo, sem demais alterações.

EXAMES COMPLEMENTARES:

·         Hemoglobina: 13,5g/dL

·         Hematócrito: 41%

·         VCM: 71 fL

·         HCM: 29 pg

·         CHCM: 33,2 g/dL

·         RDW: 12%

·         Basófilos: 0%

·         Eosinófilos: 0%

·         Neutrófilos: 65%

·         Monócitos: 7%

·         Plaquetas: 198.000/ mm³

·         Sódio: 151 mEq/L

·         Potássio: 4,4 mEq/L

·         Ureia: 40 mg/dL

·         Creatinina: 1,1 mg/dL

·         Albumina: 2,8 g/dL

·         Globulina: 1,5 g/dL

·         Colesterol: 89 mg/dL

·         Triglicerídeos: 90 mg/dL

·         Ácido úrico: 4,8 md/dL

·         TSH: 3,2 mUI/L

·         T4 livrre: 1,3 ng/dL

·         Sorologia: Trypanosoma cruziIgG reagente 

 

·         RX de tórax: edema pulmonar generalizado, silhueta cardíaca aumentada.

 

Eletrocardiograma:  ritmo sinusal, baixa voltagem do QRS no plano frontal, distúrbio de condução intraventricular inespecífico. O intervalo QRS é largo (0,13 s), rS em V1, QS em V5 e V6. Presença de complexos da baixa amplitude em diversas derivações. Extrassístole atrial, seguida por extrassístole ventricular – 3º e 4º batimentos. 

 

  • 1 Publicações