3348 Publicações -

Pesquisa revela que o exagero na carne prejudica a saúde de Portugueses

há 1 ano     -     
Pesquisa revela que o exagero na carne prejudica a saúde de Portugueses


Uma pesquisa realizada em Portugal revela que maioria dos portugueses ignora completamente a Roda dos Alimentos. A pesquisa aponta que eles comem carne (tanto vermelha, quanto de aves e peixes) e ovos três vezes mais do que é aconselhado.
 
O que é roda dos alimentos?
A Roda dos Alimentos é uma imagem ou representação gráfica que ajuda a escolher e a combinar os alimentos que deverão fazer parte da nossa alimentação diária. Divide-se em segmentos de diferentes tamanhos que se designam por Grupos e que reúnem alimentos com propriedades nutricionais semelhantes.
 
Uma pesquisa que não era realizada há 35 anos revelou que 21% dos alimentos consumidos pelos portugueses sequer estão presentes na roda de alimentos.
 
 Os produtos utilizados na alimentação dos portugueses são alimentos que não fariam falta ao nosso corpo e, pelo contrário, até o podem prejudicar. Alguns exemplos desses alimentos são cereais, doces, bolachas açucaradas, snacks salgados ou pizzas, além de um grande consumo de refrigerantes, sobretudo entre crianças e adolescentes, o que pode causar diversos problemas de saúde, como colesterol alto e diabetes.
 
A pesquisa também diz que mais de 3,5 milhões de portugueses (34% da população) consome mais de 100 gramas de carne por dia, um valor que segundo a Agência Internacional de Investigação do Cancro da Organização Mundial de Saúde, aumenta o risco de cancro do cólon.
 

Quando se trata de atividade física, o estudo revela que 42% dos portugueses têm uma prática regular, algo que é considerado um resultado baixo. Segundo pesquisas, uma alimentação ruim junto de uma rotina sem exercícios, causa obesidade (22% dos portugueses tem obesidade, sendo que 35% deles também tem pré-obesidade, números que só aumentam de acordo com o envelhecimento das pessoas). 


Eu gosto muito de comer carne, então, o que fazer? ”
 
O segredo é moderar o consumo das carnes, não ultrapassando a quantidade de 170 gramas/dia, dando preferência à carne magra. Na hora da compra você também deve pedir para que se retire a gordura aparente da peça e optar pelas preparações assadas, grelhadas ou refogadas para não aumentar o teor de gordura e o valor calórico da receita.
É importante também dizer que os indivíduos que possuem alguma doença no fígado, renal ou já possuem níveis sanguíneos de colesterol elevados devem consumir carnes com orientação médica ou de um nutricionista.
3348 Publicações - 0 Seguidores

  • 3348 Publicações