Perito Farmacêutico Federal e Estadual: o que estudar?

há 10 meses     -     
Perito Farmacêutico Federal e Estadual: o que estudar?
Perito farmacêutico - Sanar
 

Você deseja se tornar um Perito Criminal Farmacêutico

Se a sua resposta for SIM, saiba de uma coisa: você precisará de uma PREPARAÇÃO ESPECÍFICA para as provas! 

Neste ano, existem oito vagas abertas para a Polícia Científica do Pará e dez oportunidades para a Polícia Civil do Espírito Santo. Para concorrer as vagas nos dois Concursos, você deverá fazer inscrição até o dia 11 de fevereiro. 

Veja a lista de concursos abertos para farmacêuticos! 

Vale lembrar ainda que no ano passado, foram abertas três vagas destinadas ao cargo de Perito Criminal Farmacêutico da Polícia Federal, com remuneração inicial de R$ 22.672,48.

Saiba como se preparar! 

Por isso, separamos os principais assuntos que são cobrados para os cargos de Perito Federal e Estadual. Fique atento! 
 

PERITO CRIMINAL FEDERAL 

Entre os conhecimentos considerados básicos para o cargo de Perito Criminal da PF, foram cobrados no último concurso: Português, Informática, Raciocínio Lógico, Direito Penal, Processo Penal, Direito Administrativo e Constitucional e Legislação Específica. 

Já a parte de conhecimentos específicos para farmacêuticos, confira a lista abaixo:
  • Farmacologia geral;
  • Bases fisiológicas da farmacologia;
  • Farmacocinética;
  • Farmacodinâmica;
  • Drogas que atuam em nível de sistema nervoso central;
  • Farmacognosia;
  • Toxicologia;
  • Química orgânica, inorgânica e analítica;
  • Bioquímica básica e biomoléculas.  

PERITO CRIMINAL ESTADUAL 

Para o Concurso da Polícia Científica do Pará, os assuntos básicos cobrados serão: Língua Portuguesa, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Medicina Legal, Criminalística, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Processual e Penal e Legislações especiais. 

Confira o edital para a prova da PC-PA

Já para a prova da Polícia Civil do Espírito Santo, a lista contempla: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Processual e Penal e Estatuto da Polícia Civil do Espírito Santo e alterações. 

Confira o edital da PC-ES

Ainda sobre a Polícia Científica do Pará, o edital conta com os seguintes assuntos específicos:
  • Química analítica;
  • Toxicologia;
  • Farmacognosia e Química Farmacêutica;
  • Química Orgânica;
  • Química de combustíveis e explosivos Farmacologia;
  • Imuno-hematologia;
  • Biologia Molecular;
  • Bromatologia. 
Note que, em sua maioria, os assuntos são recorrentes nas provas. Portanto, foco nos estudos! 
 

ÁREAS DE ATUAÇÃO NA PERÍCIA FARMACÊUTICA:

1) Entomologia Forense

Aplicação do conhecimento acerca dos insetos em procedimentos investigativos criminais.
Divide-se nas categorias: urbana, que envolve danos em imóveis causados por insetos, em relações de compra e venda; produtos estocados, que trata da contaminação por insetos em produtos comercializados e médico-legal, que trata da ocorrência de insetos em cenas de crime contra a vida.

2) Química Forense

Voltada para a produção de provas materiais para a justiça, através da análise de substâncias diversas em matrizes, tais como drogas lícitas e ilícitas, agentes tóxicos, adulteração de alimentos e bebidas, acelerantes e resíduos de incêndio, explosivos, resíduos de disparo de armas de fogo, combustíveis, tintas e fibras etc.

3) Genética/DNA Forense

Utilização do conhecimento e das técnicas de genética e de biologia molecular no auxílio à justiça.
Pode ser aplicada em teste de paternidade, identificação ou individualização de animais, plantas e microrganismos presentes em resíduos, provas ou até mesmo num cadáver.

4) Toxicologia Forense

É a ciência que estuda os agentes tóxicos em matrizes biológicas. “Agentes tóxicos” são substâncias lícitas ou ilícitas, drogas psicoativas atingem o sistema nervoso central.

5) Hematologia Forense

Consiste na identificação de sangue “in natura”, sangue humano, tipagem sanguínea, etc.

6) Bromatologia Forense

Visa identificar falsificações, adulterações, ou qualquer alteração em alimentos e bebidas, inclusive a presença de venenos. Auxilia a defesa do consumidor, bem como os casos de homicídio tentado ou consumado com emprego de veneno em alimentos ou bebidas, ou ainda no crime de falsificação de produto.







67 Publicações - 2 Seguidores

Sou o Farmacêutico Concurseiro da Sanar! No meu blog você vai encontrar tudo sobre concursos, residências e sobre a carreira do farmacêutico no Brasil! Estamos melhorando aos poucos a sua experiência por aqui!

  • 67 Publicações