4282 Publicações -

Prefeitura de Salvador cria programa de Residência em Saúde com bolsa de R$9 mil

há 3 meses     -     
Prefeitura de Salvador cria programa de Residência em Saúde com bolsa de R$9 mil


A
Prefeitura de Salvador encaminhou à Câmara Municipal, na última quarta-feira (14/08), um projeto de lei que cria o Programa Integrado de Residências em Saúde, aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação (MEC) em janeiro deste ano, que oferece bolsa de R$9 mil para profissionais da saúde.

 

Os detalhes foram apresentados pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do presidente da do Legislativo, Geraldo Júnior, demais gestores, autoridades e imprensa.

“Estamos hoje encaminhando esse projeto de lei para a Câmara Municipal que prevê ações importantes que terão impacto na vida da cidade e do cidadão. O primeiro é o programa de residência na área de saúde para ampliar o número de médicos à disposição da Secretaria Municipal da Saúde (SMS)”, salientou ACM Neto.

 

Quer saber quais Editais estão abertos para Residência em Saúde? Acesse nosso Mapa de Residências 2020 e confira qual o melhor programa para você!

 

O projeto será composto pelos programas de Residência Médica (Medicina de Família e Comunidade e Medicina de Emergência) e de Residência em Área Profissional da Saúde. O ingresso ocorrerá através da realização de processo seletivo e contemplará 14 especialidades

 
  • Medicina, 
  • Biomedicina, 
  • Ciências Biológicas, 
  • Educação Física, 
  • Enfermagem, 
  • Farmácia, 
  • Fisioterapia, 
  • Fonoaudiologia, 
  • Medicina Veterinária, 
  • Nutrição, 
  • Odontologia, 
  • Psicologia, 
  • Saúde Coletiva, 
  • Serviço Social e 
  • Terapia Ocupacional.
 

Inicialmente, a previsão é de 33 vagas com bolsa de R$9 mil (R$3.330,43 mil oferecidos pelo Ministério da Saúde e a outra parte advinda dos cofres municipais). A expectativa é de que nos próximos anos o número cresça para 160 vagas. Para que o programa seja implementado, haverá parcerias com as instituições de ensino superior na área de saúde. O objetivo é de que os profissionais recém-graduados possam se especializar através de atuação nas unidades de saúde municipais, principalmente na área de Atenção Básica. 
 

Mais recursos

 

Após encaminhar o projeto para a Câmara, ACM Neto viajou para Brasília, onde se reunirá com o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, para requisitar a liberação de R$ 50 milhões em recursos para investimento na área da saúde na capital e definir detalhes sobre a inserção de Salvador no programa Médicos pelo Brasil, do Governo Federal.

 

“Nós vamos, muito provavelmente, trazer uma notícia importante de aumento de teto, de recursos no orçamento municipal de saúde. Temos uma pauta extensa de assuntos importantes para tratar com o ministro, inclusive os detalhes finais da inclusão de Salvador no programa Médicos pelo Brasil”, relatou o prefeito.

 

Recepção da notícia na área da Saúde

 

As instituições que representam as categorias profissionais da Saúde receberam a notícia do novo programa de residência de forma muito positiva, mas esperam que mais detalhes do projeto sejam divulgados antes do mesmo ser aprovado.

Para o conselheiro do Conselho Regional de Medicina (Cremeb-BA) e representante da Comissão Estadual de Residência Médica, Jedson Nascimento, essa é a oportunidade de oferecer mais capacitação para os profissionais.  

“Vemos com bons olhos qualquer iniciativa de abertura de residência, desde que sejam seguidos os trâmites e ritos do Ministério da Educação. Existe um processo legislativo que normatiza os programas de residência médica no Brasil. As vagas criadas, desde que sigam esses padrões, são sempre bem-vindas”, afirmou.

Ele contou que a Bahia tem mais de mil vagas de residência atualmente, nas esferas federal, estadual e municipal, além da iniciativa privada. Citou ainda o caso dos hospitais Edgard Santos e Português, em Salvador, além de Clériston Andrade, em Feira de Santana, e das Santas Casas no interior do estado.

Municípios como Vitória da Conquista, Feira de Santana e Teixeira de Freitas já oferecem residência na área de medicina da saúde e comunidade. 

“O objetivo do residente não é resolver o problema do estado, do município ou do governo. O objetivo da residência médica é fazer formação em serviço. É algo que promove a formação de mão de obra sucessória. As informações sobre esse programa ainda não estão claras, mas é importante apoiar essas iniciativas”, falou Nascimento.

Para a presidente do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), Ana Rita de Luna, a iniciativa é positiva porque abre espaço para a especialização dos profissionais.

“Recebi essa informação com muita esperança. A notícia de que vai haver um investimento por parte de algum ente público na capacitação de novos talentos é muito bem-vinda. Entretanto, ainda não tenho os detalhes de como isso será feito”, afirmou.

Ela também é preceptora de residentes do Hospital São Rafael e destacou a importância desses programas na formação dos profissionais.

“A residência é de suma e extraordinária importância. Hoje, o médico faz uma graduação de seis anos e sai com uma visão muito geral. A medicina evoluiu e a especialização se dá pelo programa de residência médica, um treinamento supervisionado por médicos preceptores que pode oferecer uma formação mais específica”, afirmou.

Fonte: Correio 24 Horas

 


GARANTA SUA APROVAÇÃO COM A SANAR! ESCOLHA SUA ÁREA E CONFIRA OS MATERIAIS!

Enfermagem | Medicina | Odontologia | Farmácia | Psicologia | Nutrição | Fisioterapia 




4282 Publicações - 2 Seguidores

Dar superpoderes e empoderar o profissional da Saúde, esse é o propósito da Sanar!! Para isso, disponibilizamos bem aqui todas as ferramentas necessárias para você alcançar seus maiores sonhos! Em nosso blog, você encontrará tudo sobre Residências Multiprofissionais e sobre os melhores Concursos voltados para a área da Saúde. Nossa página é atualizada diariamente com notícias, artigos, dicas de estudo e muitos conteúdos incríveis para sua preparação! :)

  • 4282 Publicações