3561 Publicações -

Prova Nacional de Oftalmologia: saiba como se preparar

há 10 meses     -     
Prova Nacional de Oftalmologia: saiba como se preparar


A Prova Nacional de Oftalmologia foi instituída em 1986, com a finalidade de ser a prova final dos alunos dos Cursos de Especialização em Oftalmologia credenciados pelo CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia) em todo Brasil. Em 2003, houve a unificação da Prova Nacional com o Exame de Habilitação – que era aplicado durante os Congressos Brasileiros de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual aos médicos que não haviam sido submetidos aos Cursos de Especialização e que desejavam o Título de Especialista em Oftalmologia emitido pelo CBO/AMB.

Desde a sua implementação, o CBO aprimora, discute, ouve e aperfeiçoa o processo de aplicação da prova.

Atualmente, o formato do processo de avaliação dos candidatos ao Título de Especialista em Oftalmologia é fruto de um rico e contínuo processo de sedimentação de conhecimentos de várias ordens. A prova tem uma média de 500 escritos por ano, com aprovação entre 50% e 60% - a maior parte representa alunos provenientes de especializações credenciadas ao CBO.

Esse ano, a prova irá acontecer no dia 04 de março, dividida em Teórica I, Teórica II e Teórico-prática. Cada uma delas terá as seguintes diretrizes:

Prova Teórica I (Básica) – Prova objetiva, sem consulta, será composta por 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, no valor de 0,20 (vinte décimos) pontos cada, cuja pontuação máxima total da prova é de 10 (dez) pontos e compreenderá os conteúdos sobre ciências básicas em Oftalmologia (Anatomia, Fisiologia, Farmacologia, Histologia, Patologia e Óptica/Refração), baseadas na Bibliografia, disponibilizada pela CBO em Edital.

Prova Teórica II (Clínica/Cirúrgica) – Prova objetiva, sem consulta, será composta por 125 (cento e vinte e cinco) questões de múltipla escolha, no valor de 0,08 (oito centésimos) pontos cada, cuja pontuação máxima total da prova é de 10 (dez) pontos e compreenderá o conteúdo sobre Oftalmologia clínico-cirúrgica, baseadas na Bibliografia, disponibilizada pela CBO em Edital.

Prova Teórico-Prática – Prova objetiva, sem consulta, será composta por 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, no valor de 0,20 (vinte décimos) pontos cada, cuja pontuação máxima total da prova é de 10 (dez) pontos, a ser respondida a partir da análise de imagens referentes a estudo de caso, baseadas na Bibliografia, disponibilizada pela CBO em Edital.

SAIBA COMO SE PREPARAR PARA A PROVA NACIONAL DE OFTALMOLOGIA

Além dos exames acima expostos, todos os candidatos terão que realizar Prova Prática, a ser agenda de entre os dias 01 de fevereiro e 27 de abril de 2018, para alunos de cursos credenciados ao CBO. De caráter classificatório e eliminatório, a nota total varia do mínimo de 0,00 (zero) ao máximo de 10,0 (dez), a prova consiste no exame de pacientes, discussão e orientação terapêutica, perante Banca Examinadora designada pelo CBO.

Os demais candidatos inscritos que não fazem parte de instituições de ensino credenciadas ao Conselho, realizarão Prova Prática no período de 05 a 20 de abril de 2018. As inscrições para o exame encerraram em novembro de 2017, mas ele acontece anualmente em processo semelhante ao descrito.


3561 Publicações - 0 Seguidores

  • 3561 Publicações