3449 Publicações -

Revelando as 5 verdades não ditas por quem passa pelo Concurso Público

há 1 ano     -     
Revelando as 5 verdades não ditas por quem passa pelo Concurso Público


O sonho de passar em um concurso público: vida nova, emprego novo, novo ambiente para conhecer pessoas e sociabilizar. Grana garantida todo mês, sustento próprio e da família, possibilidade de investimentos no longo prazo. Quando olhamos para o futuro num emprego público, tudo isso vem à mente.

E realmente, conversando com pessoas que foram aprovadas em concursos públicos, todos esses pontos surgem como verdades totalmente alcançáveis.

Muitos também falam sobre o quanto se dedicaram e esforçaram estudando para o concurso. Horas a fio lendo conteúdos, respondendo questões, fazendo anotações… Dias, meses, anos de empenho para chegar no dia da prova e fazer o que deve ser feito para alcançar a aprovação.

Mas resolvi investigar um pouco mais a trajetória de quem foi aprovado em alguns concursos públicos no Brasil. Para chegar a esses relatos:
 
  • Nem sempre ser MULTITAREFA é bom
Vivemos em um mundo onde somos submetidos a uma verdadeira enxurrada de informações. Fazendo um paralelo com a nutrição, podemos dizer que estamos criando mentes obesas.

Da mesma forma, ao trabalhar com várias fontes de informação ao mesmo tempo você vai estar em contato com muitos conteúdos, mas qual deles será assimilado de maneira consistente? Você está apenas deixando sua mente “gorda”, mas não saudável.

Por isso, quando estiver estudando, esteja isolado com um única fonte de informação. Você pode até ouvir aulas no ônibus ou no metrô, ou enquanto varre a casa, mas não aceite isso como a sua principal fonte de estudo.

É preciso ter foco unidirecional.
 
  • O propósito tem que estar acima de tudo
Organizar-se, ter um plano de estudos, definir horário para estudar, acompanhar o edital do concurso… Tudo isso são práticas recomendáveis e altamente eficientes para chegar à aprovação. Mas isso não substitui a determinação interna inquestionável de passar no seu concurso público.

Repito: ter boas ferramentas e otimizar tempo é bem interessante. Mas não adianta ter criatividade organizacional sem “tesão” para estudar. O mundo dos concurseiros é habitado por vários planejamentos que nunca chegaram a ocorrer.
 
  • Ir além do conhecimento
O dia da prova é definitivo! Você vai precisar ter equilíbrio emocional, fluidez mental e capacidade de decisão e rápida. Como se diz no futebol, “treino é treino, jogo é jogo”.

Como fazer para reduzir a quantidade de estresse durante a prova? Se eu fosse você, faria concursos para testar seus conhecimentos mesmo que não tenha qualquer interesse na aprovação, mas para simular o ambiente de tensão do dia da prova.
 
  • Dinheiro não é tudo
Certifique-se de que está disposto a seguir na profissão que você almeja. Você começa a ser funcionário público não quando passa no concurso, mas quando começa a estudar. Ou seja: agora!

Converse com atuais servidores do seu cargo. Busque notícias sobre sua instituição.
 
  • E o mais importante: você é humano
Você sentirá preguiça. Vontade de desistir. Medo. Alguns assuntos se mostrarão incompreensíveis. Você terá vontade de rasgar todo o seu material. O professor vai parecer chato e esnobe. Os concorrentes vão lhe provocar e você vai se sentir menor.

 “Bem-vindo ao reino dos seres humanos!”

Apenas se aceite! Sorria das suas limitações. Dance com elas. Dê um passo atrás como impulso, para dar dois para a frente.

Não se pressione! Esteja sempre disposto a recomeçar.
 
 
3449 Publicações - 0 Seguidores

  • 3449 Publicações