3353 Publicações -

Secretaria de Educação do DF abrirá concurso com mais de 30 vagas para Psicólogos e Nutricionistas

há 1 ano     -     
Secretaria de Educação do DF abrirá concurso com mais de 30 vagas para Psicólogos e Nutricionistas


Um dos maiores concursos a ser realizado este ano de 2017 no Distrito Federal será para as Carreiras de assistência à educação do Distrito Federal, no âmbito da Secretaria de Educação e contemplará 14 vagas para Nutricionistas e 19 vagas para Psicólogos.
 
A carga horária de trabalho de 40 horas semanais e o salário inicial será de R$ 4.514,87 + Benefícios.
 
O edital ainda não foi divulgado, mas já se sabe que o organizador do certame será Cespe/UnB.  Esta banca adota um modelo de cobrança totalmente diferente da organizadora IBFC, responsável pelo último certame, que ocorreu em 2013. Apesar disso, não deve haver grandes modificações no conteúdo programático.
 
Os/As candidatos/as devem se guiar pelo conteúdo dos últimos editais, tendo em mente o método de cobrança da nova banca. Na ocasião, o Cespe, referência no Brasil, aplicou somente uma prova objetiva, com 120 itens para julgamento de certo ou errado, para avaliação dos candidatos.
 
A prova esteve dividida em 120 questões de Conhecimentos básicos: Língua Portuguesa, Atualidades, Noções de Informática, Matemática, Raciocínio Lógico e Legislação e Conhecimentos específicos.
 
Prepare-se para o Concurso da Secretaria de Educação (para Nutricionistas)
 
Prepare-se para o Concurso da Secretaria de Educação (para Psicólogos)
 
A banca organizadora (CESPE/UNB) é conhecida por seu modelo de provas “certo e errado”, que difere da ampla maioria das provas de concursos públicos que contam com cinco opções em cada questão (sendo apenas uma correta). As provas do Cespe/UnB possuem apenas duas opções de resposta: certo ou errado. Mas é na pontuação que está a polêmica, pois cada erro do candidato anula um acerto. Em uma prova com 100 questões, por exemplo, um candidato que acerta metade das questões e erra a outra metade fica com a pontuação final igual a zero.
 
Portanto, conhecer a banca é tão importante quanto os estudos. A preparação de um candidato para concurso público exige não apenas conhecimento das matérias de prova, mas também determinação férrea para estudar até o último momento e foco absoluto na meta final da aprovação. É preciso que ele conheça também a banca que vai aplicar a prova e como ela costuma abordar cada uma das disciplinas que farão parte do concurso, a fim de responder o que foi perguntado pelo examinador e não desperdiçar preciosos pontos com respostas divergentes do pensamento de quem elaborou as questões.
 
Conhecer o estilo da organizadora, isto é, a maneira como aborda e cobra o conteúdo, bem como seus critérios de correção, pode determinar o sucesso ou o fracasso dos candidatos. 
3353 Publicações - 0 Seguidores

  • 3353 Publicações