3448 Publicações -

Serie Casos Clínicos - Hipotireoidismo

há 1 ano     -     
Serie Casos Clínicos - Hipotireoidismo
Caso Clínico da LAMECPE

Identificação: E.L.C., 23 anos, sexo feminino, parda, estudante, solteira, natural e procedente de Recife/PE.
QP: Sonolência excessiva e aumento do fluxo menstrual há 6 meses.
HDA: Paciente relata que nos últimos meses se apresenta mais cansada que o normal – dorme nas aulas e não se sente disposta para nada. Além disso, seus ciclos menstruais encontra-se irregulares e com fluxo aumentado, se tornando um fato incomodo em sua vida social.
 
Interrogatório Sintomatológico:
Geral: fadiga, astenia, indisposição, ganho de peso, nega febre
Pele e fâneros: pele seca e queda de cabelos
Aparelho gastrointestinal: constipação intestinal (evacua em torno de 6/6 dias)
Aparelho musculoesquelético: câimbras frequentes
 
Antecedentes Pessoais:
Teve caxumba e catapora na infância
Cirurgia prévia de apendicite
 
Antecedentes familiares
Avó materna diabética
Pai e mãe hipertensos
Tio materno em tratamento de câncer de próstata
 
Hábitos de vida
Não fuma
Etilista nos finais de semana (1x na semana)
 
Exame Físico:
EGR, orientada, hidratada, hipocorada (++/4+), afebril, anictérica, acianótica, eupneica
ACV: RCR, BNF 2T, s/s FC: 92 bpm PA: 125 x 85 mmHg
AR: MV+ em AHT
AGI: abdome flácido, depressível, indolor a palpação, sem massas palpáveis e/ou visceromegalias, RHA+
AGU: sem alterações
SN: sem alterações
Glândula tireoide: bócio difuso 2x. Presença de nódulo (+- 1 cm) liso e móvel em lobo direito.
 
HIPÓTESES DIAGNÓSTICAS
1 – Hipotireoidismo
3 – Nódulos tireoidianos – benignos? Malignos?
2 – Sangramento uterino anormal
 
CONDUTA
Solicito:
- hemograma completo
                - dosagem de TSH, T4 livre, anti-tireoperoxidase (TPO)
                - USG de tireoide
                - PAAF de nódulos tireoidianos
                - USG TV
 
RESULTADO DOS EXAMES
  • Laudo USG de tireoide:
                Os lobos da tireóide encontram-se com volumes aumentados em aproximadamente 2 vezes do normal e com ecogenicidades homogêneas em lobo esquerdo, porém, com área focal de hiperecogenicidade em lobo direito.
                Foi visualizado tumoração cística em lobo direito de aproximadamente 1,5 cm.
                Não foi visualizado hipertrofias de linfonodos cervicais.  
  • Laudo de PAAF de tireoide:
Bócio adenomatoso (bócio nodular) associado à degeneração cística secundária.
  • Laudo de USG TV:
                Útero com forma, dimensões e contornos normais. Não foi visualizado tumorações em suas paredes.
                Endométrio de espessura normal e textura homogênea.
                Ovários com suas dimensões dentro dos limites da normalidade. Não foi visualizado tumorações em suas projeções nem tumorações pélvicas. 

DIAGNÓSTICO FINAL
Tireoidite de Hashimoto – Hipotireoidismo.
 
CONDUTA
Levotiroxina sódica 50mg ---- 1x ao dia 30 min antes da primeira refeição durante toda a vida.
Exames laboratoriais periódicos (6/6 meses nos primeiros 2 anos) para acompanhamento da doença.


3448 Publicações - 0 Seguidores

  • 3448 Publicações