93 Publicações -

TBL: O método do futuro | Colunistas

há 3 semanas     -     
TBL: O método do futuro | Colunistas

TBL: O método do futuro
 

A Aprendizagem Baseada em Equipes (ABE), do inglês Team-Based Learning (TBL), é um método educacional que vem sendo cada vez mais difundido, logo, torna-se relevante uma discussão a respeito do tema.
 
O TBL é totalmente inovador, não precisa de várias salas nem de vários docentes atuando. Além disso, o professor é “apenas” um facilitador de aprendizagem, longe daquele modelo centralizador amplamente conhecido do Sistema Tradicional. No ABE, as informações anteriores dos estudantes são bastante relevantes assim como a resolução dos problemas trazidos pelo tutor.
 
Vale ressaltar que para que tudo ocorra em perfeita harmonia é necessário que alguns tópicos sejam respeitados como:
 
  • Formação de equipes heterogêneas (cinco a sete pessoas) mantidas por um longo período
  • Responsabilização coletiva e individual dos trabalhos dos alunos
  • Ter como foco das tarefas a aprendizagem da equipe
  • Os estudantes devem receber “feedbacks” frequentemente sobre seus desempenhos
     
Desse modo é facilmente perceptível que a aprendizagem nesse método é dada de maneira construtiva em que as reflexões e interações dos alunos são de imensa importância para isso. Ademais, o desenvolvimento do trabalho em equipe para um objetivo em comum (nesse caso solucionar um problema pré-estabelecido pelo tutor) ajudará a lidar posteriormente no âmbito profissional, onde o trabalho em grupo é algo fundamental.
A metodologia do TBL é basicamente estruturada em 3 etapas:
 
1.Preparação individual pré classe:
Essa parte é de suma relevância. Os alunos devem acessar literaturas, participar de experiências ou usar qualquer outra ferramenta que agregue conhecimento à discussão.

2. Garantia de preparo:
Esse passo é necessário para avaliar se a primeira etapa foi bem feita. Essa parte do processo ocorre através de um questionário de múltipla escolha, sem a possibilidade de qualquer consulta às fontes bibliográficas. Posteriormente os grupos devem discutir dos testes, argumentar as razões que levaram a escolher determinada alternativa e entrarem num consenso sobre qual alternativa é a correta, ainda sem ajuda de literaturas e afins.

Em seguida, há a possibilidade de uma consulta bibliográfica, caso seja necessária e permitida pelo professor.

Por fim, o tutor pode fazer uma espécie de miniconferência que incluirá os temas mais importantes abordados pelos grupos.

3. Aplicação de Conceitos:
Essa etapa é a de maior duração e pode ser repetida várias vezes até que todos os objetivos traçados pelo tutor sejam tocados. Para atingir corretamente essas metas pré estabelecidas é necessário abranger os 4 princípios: 
3.1. Problema Significativo: Os alunos devem resolver situações reais que tenham cenários bem prováveis de serem encontrados no andamento do curso.
3.2. Mesmo Problema: A classe deve receber o mesmo problema, ao mesmo tempo para fomentar um debate posterior.
3.3. Escolha Específica: Cada equipe deve desenvolver uma resposta sucinta para ser utilizada em problemas reais.
3.4. Relatos Simultâneos: Os grupos devem revelar as respostas escolhidas concomitantemente, além de explicar porque entendem que elas estão corretas. Caso todas as equipes selecionem a resposta certa, o tutor pode instigar a discussão dos motivos das outras estarem erradas.

Enfim, o TBL é um método bastante promissor. Pesquisas apontam que em 98% das oportunidades, o desempenho da classe vai superar a performance do melhor aluno isoladamente. Esses resultados só comprovam a praticidade e principalmente a eficácia da ABE, método que tende a se difundir, ainda mais, pelas universidades do mundo pelos próximos anos.

 

REFERÊNCIAS
 
VALDES, Roberto Bollela. “Aprendizagem baseadas em equipes: da teoria à prática! Medicina (Ribeirão Preto) 2014;47(3): 293-300
Imagens
https://www.imperial.ac.uk/medicine/partnership/education-collaboration/lee-kong-chian-school-of-medicine/team-based-learning/
https://flourishingacademic.wordpress.com/2014/10/20/my-journey-with-team-based-learning/
93 Publicações - 0 Seguidores

Nossa comunidade existe para orientar nas principais decisões da carreira do médico, oferecendo um espaço para compartilhamento de conhecimento dos nosso membros.

  • 93 Publicações