141 Publicações -

Todo Médico é Rico. Será?

há 5 meses     -     
Todo Médico é Rico. Será?

Historicamente, médicos recebem, de maneira, muito merecida, remuneração substancialmente superior a de outras profissões de nível superior. Mas como você bem sabe, a realidade financeira do médicos tem mudado nos últimos tempos. Existe uma clara percepção entre os profissionais da medicina que os ganhado elevados de outrora estão cada vez mais difíceis de conseguir, sendo que as despesas têm aumentado substancialmente, levando muitos colegas a se defrontarem com dificuldades financeiras, que décadas atrás eram nada comuns.

 

Perceba que esse cenário traz consigo um problema central:

 

Ainda existe uma visão bastante disseminada de que médico é rico e muitos deles buscam manter esse status frente a seus pares e sociedade, elevando demasiadamente suas despesas, num momento em que as receitas estão depreciadas. Essa armadilha tem elevado muitos profissionais a conviverem com perigosos níveis de endividamento ou até mesmo não conseguindo investir parte do que ganham para o futuro.

 

É comum médicos que possuem rendimentos mensais altos, quando comparados à média da população brasileira, mesmo tendo uma vida confortável, tudo o que ganha se esvai rapidamente ao longo do mês. Sem que possa compreender como e para onde. Acredita que está trabalhando demais  e não sabe até quando irá aguentar esse ritmo. Ou então, para manter esse status de médico rico, pega diversos plantões e trabalha em muitos lugares a fim de atingir o tão sonhado patamar financeiro. Isso soa familiar para você?

 

Assim, é comum os doutores apontarem as seguintes dúvidas: O que fazer para se adaptar a essa nova realidade? É possível aumentar as receitas sem precisar trabalhar mais? De que forma adquirir bons hábitos financeiros e decidir melhor, quando o assunto é dinheiro?

 

As respostas para essas e outras perguntas, certamente, passam pela necessidade de Educação Financeira, e por esta razão,resolvemos chamar a atenção para este assunto tão importante para a Carreira Médica aqui no blog.

 

A relevância da Educação Financeira para a classe médica aumenta dia a dia, principalmente se levarmos em consideração que recursos como tempo, dinheiro e energia estão cada vez mais escassos.

 

Dessa forma, é necessário adquirir eficiência e proatividade em relação às suas finanças. Que absorva conhecimento, habilidades e atitudes necessárias para tomar decisões que realmente atinjam os objetivos planejados. Esse é um processo de constante transformação, que exige foco, disciplina e força de vontade.

 

Se você ficar passivo nesse processo, terá que se submeter à trabalhar incessantemente, abrindo mão de relacionamentos pessoais, não ter tempo de para cuidar da própria saúde como deveria, não agarrar oportunidades e atingir objetivos por falta de planejamento, etc…

 

Por conta de tudo isso, é possível dizer que buscar conhecimento sobre como administrar o próprio dinheiro permite aproveitar as oportunidades e passar pelas adversidades de maneira mais amena. Isso significa, em outras palavras, melhorar a qualidade de vida, simplesmente aumentando o conhecimento sobre como lidar com dinheiro e aprendendo a colocar novos hábitos no piloto automático. Note que, partindo de tal ponto de vista, a educação financeira deve ser encarada como um processo, sendo seu primeiro passo a mudança de paradigmas. Mas isso nós falaremos em outros posts!

 

Até a próxima!

 

REFERÊNCIAS:

 

Andrade; Elisson Augusto P, Bourbon II; João, Ferreira; Ubiraci M, Nunes; Caio. Investimento para Médico - Deixe o dinheiro dar plantão por você! Ed. Sanar. 2016

 
141 Publicações - 0 Seguidores

Nossa comunidade existe para orientar nas principais decisões da carreira do médico, oferecendo um espaço para compartilhamento de conhecimento dos nosso membros.

  • 141 Publicações