Psicologia: Tudo sobre Residência em Saúde Mental

há 1 ano     -     
Psicologia: Tudo sobre Residência em Saúde Mental


1. O que é Residência
2. O que faz um residente em Saúde Mental
3. Os principais programas


A Residência em Saúde Mental é uma das mais procuradas por psicólogos.

Essa especialização é necessário àqueles que vão trabalhar com pessoas em sofrimento psíquico e precisam aprender a lidar com suas dores e contextos.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre os programas de Residência ou sobre essa área específica, fique tranquilo.
Nesse artigo, vamos te contar tudo. O conteúdo está divido em tópicos, navegue entre eles e tire todas as suas dúvidas.

1. O que é Residência?

A Residência Multiprofissional em Psicologia é uma especialização voltada para a prática.
Ela funciona como uma pós-graduação. Ao final dos dois anos de Residência, você vai receber o título de especialista na área escolhida.

A diferença entre a Residência e pós-graduação é que, na Residência, 80% do tempo será dediciado a atividades práticas.

Outra diferença é que o residente recebe uma bolsa mensal de R$ 3.330,43.
  • Se você quer saber mais sobre Residência Multiprofissional em Psicologia, acesse esse post.

2. O que faz o residente em Saúde Mental?

Os programas de residência em Saúde Mental estão enqudrados em Residência Multiprofsissional em Saúde e têm como principal campo de atuação o CAPS em suas diferentes modalidades.

Diferente de outros residentes, o psicólogo que está se especializando em Saúde Mental tem o importante papel de ouvir as demandas dos pacientes em atendimento. Mas as atividades não são apenas relacionadas a ouvir e acolher, mas também a ajudar na recuperação e na reintegração social do indivíduo com sofrimento psíquico.

O papel do psicólogo é promover saúde, ligar as pessoas com problemas de saúde mental à vida e aos projetos de vida para que elas não sejam entregues ao sofrimento, ampliando assim, suas possibilidades de inclusão social. O psicólogo também deve Criar formas de enfretamento às adversidades cotidianas para que os pacientes consigam ter autonomia para suas atividades diárias.

3. Os principais programas:

Dentre os programas oferecidos no Brasil, existem algunss que se destacam
O NESC/CCS/UFPB, na Paraíba, que bateu recorde de candidaturas em 2017, tendo um total de 728 candidaturas, sendo que 36% eram de João Pessoa.
Os demais inscritos eram de localidades próximas e outros estados. Em 3 anos, o programa cresceu 34%.

Outra referência em Saúde Mental é o Programa de Residência Multiprofissional da UFRJ, que em 2017 ofereceu 13 vagas.
Outros programas de destaque são os da UNICAMP, UFU, UFJF e UFPR.

Os editais para inscrição em programas de residência, em sua maioria, começam a abrir no mês de setembro, sempre buscando candidatos para o ano seguinte.

Quer saber onde tem vaga aberta para a Residência da sua área?
Dá uma olhada no Mapa da Editora Sanar.


64 Publicações - 2 Seguidores

  • 64 Publicações