Psicologia: Tudo sobre Residência em Saúde Mental

há 1 ano     -     
Psicologia: Tudo sobre Residência em Saúde Mental


1. O que é Residência
2. O que faz um residente em Saúde Mental
3. Os principais programas


A Residência em Saúde Mental é uma das mais procuradas por psicólogos, sendo a segunda especialidade que mais oferece vagas para psicólogos no território nacional.
Se você ainda tem alguma dúvida sobre os programas de Residência ou sobre essa área específica, fique tranquilo.
Nesse artigo, vamos te contar tudo. O conteúdo está divido em tópicos, navegue entre eles e tire todas as suas dúvidas.

1. O que é Residência?

A Residência Multiprofissional em Psicologia é uma especialização voltada para a prática.
Ela funciona como uma pós-graduação e a diferença entre a Residência e uma pós-graduação comum é que, na Residência, 80% do tempo será dediciado a atividades práticas.

Os programas têm duração de dois anos e, ao fim do programa, todos os residentes devem fazer o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que já está incluso na estrutura de disciplinas do programa. Com a finalização, obtêm-se o título de especialista

Acrescenta-se a isso duas grandes vantagens: os residentes recebem uma bolsa de R$ 3.330,43 e não pagam nada para o programa. Sim! Os programas de residências são gratuitos.
  • Se você quer saber mais sobre Residência Multiprofissional em Psicologia, acesse esse post.

2. O que faz o residente em Saúde Mental?

Os programas de residência em Saúde Mental estão enquadrados como Residência Multiprofsissional em Saúde. A atuação ocorre no âmbito da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Ao longo dos dois anos, os residentes circularão nos diversos componentes e pontos de atenção da RAPS, desenvolvendo práticas interventivas, no contexto do serviço e sobretudo do território, envolvendo-se em processos de Educação em Saúde e Educação Permanente; de gestão e organização da rede de referência, articulação intra e intersetorial, além do trabalho em equipe, de modo a se preparar para atuar de forma integral na RAPS. 

O psicólogo residente em saúde mental desenvolverá um conjunto significativo de atividades como acolhimento, discussão de casos em equipe, psicoterapias, atendimento às crises, elaboração de planos individuais de cuidado, grupos e oficinas, atividades dirigidas diretamente à reinserção social, dentre outras. 

3. Os principais programas:

As seleções que ocorreram em 2017-2018 e 2018-2019 somaram mais de 100 vagas para psicólogos!

A instituição que forneceu mais vagas em Saúde Mental na seleção de 2018-2019 foi a Escola de Saúde Pública do Ceará, com 13 vagas em psicologia. Além disso, a maioria dos programa de residência oferecem vagas para psicólogos nessa área, então, há diversas oportunidades!

Outros programas de destaque são os da UNICAMP, UFU, UFJF, SESAB e UFPR.

Os editais para inscrição em programas de residência, em sua maioria, começam a abrir a partir do mês de Setembro, sempre buscando candidatos para o ano seguinte.

Quer saber onde tem vaga aberta para a Residência da sua área?
Dá uma olhada no Mapa de Residências da Sanar.

Ah, se você ainda está na dúvida de qual é a especialidade que você deve seguir na residência, vem aqui fazer esse teste e descobrir para qual especialidade você está mais preparado!


66 Publicações - 2 Seguidores

  • 66 Publicações