Tumor de Wilms

há 1 ano     -     
Tumor de Wilms

Paciente de dois anos de idade, sexo feminino. Apresenta massa abdominal palpável e indolor em flanco esquerdo, acompanhada de hematúria e pressão arterial elevada (100×70 mmHg) há 30 dias. A radiografia simples de abdômen, usada para identificar o local da massa tumoral, revelou opacificação total no hemiabdômen esquerdo com desvio de alças intestinais à direita.

Realizada ultrassonografia e tomografia computadorizada, confirmando a presença de massa volumosa abdominal localizada em hipocôndrio, flanco e loja renal esquerda. A análise dos órgãos: fígado, baço e pâncreas estavam em aspecto ecográfico normais; ausência de linfonodos para-aórticos hipertrofiados; rim direito com 7×4,5×4,5 cm, de aspecto ultrassonográfico normal; rim esquerdo com 11×7×5,5 cm e contornos regulares, apresentando (no seu polo superior) massa com características ecográficas sólidas e medindo cerca de 6 cm no maior diâmetro, sendo observadas algumas áreas císticas no sistema pielocalicial e no polo superior; veia cava inferior apresenta paredes e conteúdo normais. A urografia excretora, usada para visualização de distorção e deslocamento do sistema coletor urinário, mostrou aumento do volume renal esquerdo, acompanhando-se do deslocamento das alças intestinais para a direita e para baixo, e elevação do diafragma esquerdo. Massa no polo superior do rim esquerdo, causando retardo na eliminação do contraste neste lado. Rim direito de contornos lisos e dimensões normais, eliminando o contraste em tempo normal. Não há alterações das cavidades pielocaliciais e do ureter, à direita. Bexiga sem alterações. A radiografia do tórax, usada para pesquisa de possíveis metástases pulmonares, não revelou a presença de lesões metastáticas nos pulmões.

                         

A paciente foi submetida a nefrectomia total (com posterior análise da peça cirúrgica) e quimioterapia de caráter adjuvante, visando a prevenção de recidivas e metástases. Na cirurgia verificou-se que o tumor estava restrito ao rim, sendo, portanto, completamente removido. O estudo histológico à microscopia óptica diagnosticou Tumor de Wilms, representado por neoplasia renal de caráter embrionário composta por blastema, estroma e epitélio. O tumor de Wilms da paciente encontrava-se em estadio I (tumor restrito a cápsula renal completamente retirado), com prognóstico favorável à histologia.

 

Imagem meramente ilustrativa, representando os estadios do Tumor de Wilms.

 

VEJA TAMBÉM: 

Metástase para SNC

A importância clínica dos marcadores tumorais na Oncologia Pediátrica

Tumores Oftalmológicos - Um resumo

6 Publicações - 3 Seguidores

  • 6 Publicações