3683 Publicações -

Tutorial para manter o foco: os 5 mandamentos básicos

há 10 meses     -     
Tutorial para manter o foco: os 5 mandamentos básicos


Todos sabem que vivemos a era da distração. Se você não sabe, é porque está tão distraída (o) que se esqueceu de reparar. São tantos os apelos que nos tiram a atenção que, volta e meia, a gente se flagra pensando: "- mas o que eu ia fazer mesmo? "

Tudo bem! Não precisar se sentir a pior pessoa do mundo se isso acontece com você justamente no momento em que está tentando pôr em dia os estudos daquele tão sonhado concurso.

É assim também com seus concorrentes. A "síndrome do concurseiro distraído" (sim, acabamos de dar um nome a essa mazela, só falta registrar a CID) alcança a todos.

Mas, nesse cenário competitivo e cheio de dispersões, o que vai resultar no melhor desempenho de uns em relação a outros é simplesmente a forma de lidar com esse problema.

Já se perguntou se você lida bem com as distrações e, apesar delas, consegue manter o foco?

Para que encontre essa resposta e realize descobertas surpreendentes, elencamos, aqui, 5 orientações - colhidas de diversas fontes de pesquisa - que irão lhe auxiliar nessa desafiadora tarefa. 

Siga esses 5 mandamentos básicos e sua caminhada - rumo à aprovação - será leve como a mão de uma criança¹ a repousar sobre a sua, já cansada de ceder ao traiçoeiro "Alt+Tab", responsável por desviar mentes de seus mais virtuosos objetivos.

Sem mais delongas, os princípios do foco mandam o seguinte (obedeça se tiver juízo!):

1º: Encare o foco como um exercício 

Quando nos desafiamos a manter o foco todos os dias, precisamos renovar constantemente esse compromisso. Essa atividade não é exatamente o que se pode chamar de exercício físico, mas demanda um esforço que ultrapassa a nossa mera disposição corporal, exigindo um aparato emocional fortalecido. Isso significa que o hábito não pode ser um elemento surpresa - como aqueles parentes ausentes que, de vez em quando, resolvem fazer uma visitinha só para saber como anda a sua rotina. O hábito precisa ser onipresente e encarado como um verdadeiro aliado dos seus projetos de vida. Portanto, exercite seu foco habitual.

2º: Desconecte o Wi-Fi e conecte a sua mente ao que realmente importa

Estudos mostram que somos mais eficientes quando focamos em uma tarefa por vez. O chamado 'multitask' é um termo que define o nosso péssimo hábito de realizar várias tarefas ao mesmo tempo. Alguma semelhança com aquelas tentativas inúteis de avançar com os estudos e, enquanto isso, focar em qualquer outra coisa? Parecem fofas, mas elas nos fazem render muito menos, prejudicando a eficência de nosso aprendizado.

Essa acúmulo simultâneo de atividades em si já é bastante complexo, e, nesse contexto, é inviável executar essas ações com competência, por mais "de boa" que pareça conciliar uma atividade de leitura com uma resposta ágil a uma mensagem no celular. Não se engane! Você está se permitindo desviar do foco.

Portanto, se seu estudo consegue dispensar a conexão, o melhor a fazer é desligar a internet para resistir bravamente àquelas espiadinhas em notificações de sites, e_mails, grupos de whatsapp, twitter, facebook e/ou instagram. Aprenda a identificar quando - mesmo sem querer - você se vale de pretextos para não encarar aquele cronograma pensado milimetricamente para ser cumprido - e não para servir de decoração no seu ambiente.

3º: Medite regularmente 

Incorporar a meditação à seu cotidiano lhe trará benefícios que - em um alcance mais amplo - potencializará o seu foco.

Estudos científicos comprovam que meditar com regularidade: 
  • Libera o estresse acumulado em seu sistema;
  • Abaixa os níveis do lactato sanguíneo, reduzindo a ansiedade;
  • Diminui qualquer tensão relacionada com a dor, como dores de cabeça, úlcera, insônia, dores musculares e problemas nas articulações;
  • Aumenta a produção de serotonina, melhorando o humor e o comportamento;
  • Aumenta a estabilidade emocional; 
  • Aguça a mente através do ganho de foco e a expande através do relaxamento.

4º: Ouça música 

Pode parecer inusitado, mas essa é mais uma grande aliada da performance de nosso cérebro na intenção de manter o foco. A ciência descobriu que ouvir música ajuda na assimilação de conteúdos trabalhados em disciplinas que exigem raciocínio lógico e concentração. Se você é do tipo que sente que precisa de um ambiente extremamente silencioso para se concentrar, não se desespere com essa informação. Uma dica que damos é: experimente estudar ouvindo música clássica, instrumental ou sons da natureza - por pelo menos uma semana - e observe o seu desempenho. 

Aurilene Guerra, mestra em Neuropsicologia e professora de Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), explica que "o processo mental de sequencialização e espacialização envolve altas funções cerebrais, assim como a resolução de equações matemáticas avançadas, e que também são utilizadas por músicos na performance de tarefas musicais".

Além das vantagens já comentadas, seguir esse conselho lhe proporcionará:
  • o controle do estresse e da ansiedade;
  • a melhoria do seu estado de ânimo; 
  • o aprimoramento da memória e da concentração;
  • o aumento da disposição e da resistência aos esforços realizados.
     
5º: Crie um sistema de autorecompensas

Determine recompensas a cada avanço que obtiver em seu planejamento. Essa estratégia é interessantíssima para tornar crescente a sua motivação, melhorando seus resultados. Use da criatividade e da simplicidade para demarcar essas recompensas a si mesma (o). Por exemplo: você pode se comprometer a massagear seu pescoço ou brincar um pouco com seu animal de estimação a cada conclusão de um capítulo ou de um bloco de questões. É importante que as recompensas ocorram e, logo em seguida, retome o próximo passo de sua meta. Ao longo do dia, terá cumprido seu objetivo sem nem ter visto o tempo passar. E, assim, você inaugura um ciclo de pequenas vitórias e retroalimenta sensações positivas.

E então, chegou até aqui e já não tem em mente o que buscava quando iniciou a leitura? Damos uma ajudinha! É hora de aplicar os 5 mandamentos do foco estudando por materiais de sua área:

Enfermagem | Farmácia | Fisioterapia | Medicina | Medicina Veterinária | Nutrição | Odontologia | Psicologia

¹ Referência aos versos "Teus ombros suportam o mundo / e ele não pesa mais que a mão de uma criança", do poema Os Ombros Suportam o Mundo, de Carlos Drummond de Andrade.




3683 Publicações - 1 Seguidores

  • 3683 Publicações