Carin Golke

Voltar

Meu nome é Carin Golke, sou graduada em Nutrição pelo Centro Universitário Franciscano – UNIFRA/RS, em 2014. Possuo pós em Gestão e Organização Pública em Saúde – Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2016). Depois de formada em Nutrição consegui a aprovação pelo Processo Seletivo Simplificado por tempo determinado onde trabalhei como Nutricionista na Prefeitura Municipal de Restinga Sêca - atuava na área da Educação com a Alimentação Escolar (PNAE). Com o término do contrato de trabalho como Nutricionista fiquei muito abalada, mas com um desejo enorme de conseguir uma aprovação em concursos públicos. Foi então que final do ano de 2016 resolvi me dedicar a traçar a minha trajetória como concurseiro com apenas uma palavra: tenacidade. Tenacidade, pra mim, significa apego obstinado a uma ideia, a um projeto. É fazer tudo, nada menos que obsolutamente tudo que estiver ao meu alcance para atingir aquilo que desejo. É eliminar toda e qualquer chance dos meus planos não darem certo. É acordar diariamente motivado e dormir com a satisfação de mais um dia com dever cumprido. Isso eu chamo de determinação! Comecei a realizar algumas provas de concursos até para eu ter alguma noção de como era a estrutura das perguntas e meu nível de entendimento das mesmas. Sempre conseguia a aprovação, mas não a vaga do curso o que me deixava irritada. Com certa inquietação descobri a Sanar – Preparação para Provas e Exames (Residências, Concursos Públicos e Provas de Título), na qual, oferece qualificação de habilidade práticas essenciais para a carreira. Bom, meu entusiasmo com os estudos crescia a cada dia junto com a Sanar, pois ouvir das pessoas “e aí, passou?”, essa era, sem dúvida, a pergunta da qual eu mais fugia antes de conhecer a Sanar. Eu desviava das pessoas na rua inclusive das visitas que apareciam em minha casa. Já até entrei em loja só para não ter de responder o doloroso “ainda não”. Até me olhar no espelho era complicado, porque parecia que alguém dentro de mim ficava ralhando comigo. Frustração e vergonha. Quase depressão, até. Doía também imaginar ter de começar tudo de novo. Mas, com a Sanar mudou minha forma de enxergar, tudo pareceu mais leve. Que bom! Aprendi a não praticar “autobullying”. Os meus professores no curso – online – são especialistas. São feras no assunto e, sem dúvida alguma, eles estão muito orgulhosos de mim. E sim, fui premiada por ter conseguido o primeiro lugar no intensivão Sanar resultado do meu esforço e determinação. Agora tenho uma visão diferente da danada prova do concurso. Ou seja, vou lá e faço a prova. Simples assim. Vencer o medo. Fazer minha parte. Tentar. Algo deu errado? Claro. Afinal, não passei. Mas, vejo que tantas coisas deram certo e quantas estão dando certo. Agora tenho tudo o que preciso para ir lá de novo e passar na próxima vez, pois tenho a Sanar que garante o meu processo de aprendizagem fazendo com que seja realmente efetivo. Faço o que deve ser feito e pago o preço de um futuro diferente e promissor. Obrigada Sanar!

E você? Alcançou seus objetivos com Sanar? Conta pra gente!