Prova - AEB - Psicólogo - CONSULPLAN - 2017

Detalhes

Profissão: Psicologo
Cargo: AEB - Psicólogo
Orgão: Pref. Sabará/MG
Banca: CONSULPLAN
Ano: 2017
Nivel Superior

Conteúdo de gabaritos_oficiais.pdf - 2/52

Página Anterior // Proxima página

CARGO: PEB ? EDUCAÇÃO RELIGIOSA

01- C 11- C 21- D 31- B 41- B
02- D 12- B 22- B 32- D 42- D
03- B 13- C 23- B 33- D 43- B
04- C 14- A 24- A 34- A 44- D
05- C 15- B 25- C 35- A 45- B
06- # 16- A 26- B 36- C 46- A
07- A 17- C 27- C 37- A 47- A
08- B 18- C 28- C 38- C 48- D
09- A 19- # 29- D 39- C 49- D
10- D 20- A 30- D 40- C 50- D



CARGO: PEB ? GEOGRAFIA

01- C 11- C 21- D 31- A 41- C
02- D 12- B 22- B 32- B 42- B
03- B 13- C 23- B 33- D 43- A
04- C 14- A 24- A 34- C 44- C
05- C 15- B 25- C 35- D 45- C
06- # 16- A 26- B 36- B 46- C
07- A 17- C 27- C 37- B 47- C
08- B 18- C 28- C 38- D 48- B
09- A 19- # 29- D 39- B 49- B
10- D 20- A 30- D 40- C 50- A




www.editorasanar.com.br

Conteúdo de 06_02_2017_aeb_psic_logo.pdf - 2/16

Página Anterior // Proxima página

CONCURSO PÚBLICO ? PREFEITURA MUNICIPAL DE SABARÁ/MG
CARGO: AEB ? PSICÓLOGO

Texto para responder às questões de 01 a 05.

Preconceito à velhice
Hoje, custa assumir a velhice. A mercantilização da aparência humana descobriu o elixir da eterna juventude.
Fortunas são movimentadas para prolongar a nossa juventude ou, pelo menos, a ilusão de que ela é perene: cirurgias
plásticas, academias de malhação, pílulas energéticas, bebidas revitalizadoras, alimentos dietéticos etc.
Assim, a velhice ganha, aos poucos, o estigma da vergonha, como se as rugas fossem cicatrizes socialmente
inadmissíveis, os cabelos brancos, sinais de degradação, a aposentadoria, ociosidade vergonhosa, as limitações próprias
da idade, incompetência.
Fiquei chocado quando, em Estocolmo, uma amiga, assistente social, me contou que trabalhava num asilo, uma
espécie de apart-hospital, onde as famílias depositavam seus idosos. Não há exagero no verbo. A função de minha
amiga era visitar os aniversariantes, já que, em geral, suas famílias jamais apareciam e nem sequer telefonavam. [...]
Algumas universidades facultam a eles o livre acesso a seus cursos, sem exigência de vestibular e frequência
regular. Também empresas têm dado preferência a idosos na ocupação de certos cargos. No entanto, falta muito para
que os nossos idosos sintam-se de fato valorizados, respeitados e, sobretudo, venerados, como ocorre nas aldeias
indígenas. Ali, quando morre um velho, é toda uma biblioteca que desaparece. Pois é através da memória que a história
é registrada e transmitida, embalada numa sabedoria que o nosso academicismo cartesiano custa a apreender. Bons
tempos aqueles em que, em Minas, pedíamos a bênção dos mais velhos. E tínhamos todo o tempo do mundo para ouvir
suas experiências e ensinamentos. Como a minha avó Zina que, aos 90 anos, narrava sua mocidade em Ouro Preto com
um brilho adolescente nos olhos.
(SCLIAR, Moacyr. Do jeito que nós vivemos ? Belo Horizonte: Frei Betto (fragmento). Disponível em: http://www.adital.com.br/site/noticia2.asp
?lang=PT&cod=6169.)

01
De acordo com as informações e ideias do autor:
A) A característica de consumismo da sociedade é vista como um dos fatores que possibilitam a prática do preconceito à
velhice.
B) O preconceito à velhice faz parte de um inevitável processo vivido pela sociedade atual que precisa de ser por ela
compreendido.
C) Apenas as marcas físicas do envelhecimento são suficientes e responsáveis pela ocorrência de preconceito em
relação aos idosos.
D) Indústrias movimentam, atualmente, grandes fortunas com o objetivo de promover uma necessidade básica da
sociedade em relação à longevidade.

02
Considerando a relação de regência existente entre os termos do título do texto, assinale, a seguir, a opção de
reescrita cuja correção gramatical e sentido não foram preservados.
A) Preconceito para a velhice. C) Preconceito contra a velhice.
B) Preconceito sobre a velhice. D) Preconceito acerca da velhice.

03
A forma verbal empregada em ?[...] como se as rugas fossem cicatrizes socialmente inadmissíveis [...]? (2º§)
apresenta-se no mesmo tempo e modo verbal encontrado em:
A) Em breve estarei em sua casa em companhia de toda a família.
B) Que haja paz entre os povos acima dos interesses particulares.
C) Éramos, em outros tempos, envoltos em pensamentos confusos.
D) Tivessem compromisso com o trabalho, tal situação se converteria.

04
Ao citar o hábito de indígenas em relação aos idosos, é empregada uma metáfora que
A) valoriza o saber indígena em relação aos outros povos.
B) expressa, com exagero proposital, o valor da cultura indígena.
C) particulariza um tipo de saber desvinculando-o dos outros saberes.
D) demonstra uma analogia que permite reconhecer a importância de um saber.

Cargo: AEB ? Psicólogo (04-M)
Prova aplicada em 05/02/2017 ? Disponível no endereço eletrônico www.consulplan.net a partir do dia 06/02/2017.
www.editorasanar.com.br
-2-

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Psicólogo Judiciário TJ/SP 2017
Psicólogo Hospitalar ISGH - HRN 2017
Psicólogo CRAS/ CREAS Pref. Floresta do Piauí/PI 2017
Psicólogo - CRAS Pref. São José da Safira/MG 2017
Psicólogo - Área Organizacional EBSERH/HUJB-UFCG 2017