Prova - Analista Judiciário - Psicólogo - FCC - 2003

Detalhes

Profissão: Psicologo
Cargo: Analista Judiciário - Psicólogo
Orgão: TRE/BA
Banca: FCC
Ano: 2003
Nivel Superior

Conteúdo de prova.pdf - 2/9

Página Anterior // Proxima página

11/09/03 - 16:05
2. Na argumentação que desenvolve em seu texto, o autor
CONHECIMENTOS GERAIS
se vale dos seguintes procedimentos:
Atenção: As questões de números 1 a 10 referem-se ao texto
I. Não aceita a suposta popularização das crenças de
que segue. natureza esotérica, considerando-a uma manipula-
ção dos charlatões que têm interesse em propagar
Ciência e esoterismo seus falsos poderes.
A astrologia é muito mais popular do que a astronomia. II. Afirma que os fenômenos esotéricos não são com-
provados quando submetidos a testes rigorosamen-
Um número muito maior de pessoas abre um jornal ou uma
te científicos ou a análises largas e detalhadas.
revista para consultar uma coluna astrológica do que para ler
III. Admite que a ciência é menos atraente que as prá-
uma coluna sobre astronomia. E a astrologia não está sozinha: ticas esotéricas, já que ela não se propõe a desven-
numerologia, quiromancia, cartas de tarô, búzios etc. também dar as grandes incógnitas do nosso Universo.
são extremamente populares. IV. Conclui que a ciência também tem seus encantos,
Como físico, não cabe a mim explicar o porquê dessa embora aceite que os que a praticam não
costumam se valer dos conhecimentos já conquis-
irresistível atração pelo que obviamente está além do que tados dentro da tradição científica.
chamamos fenômenos naturais. Mas posso ao menos oferecer
uma conjectura. O fascínio pelo esotérico vem justamente de Em relação ao texto, está correto APENAS o que se afirma em
seu aspecto pessoal, privado: você paga a um profissional com (A) I.
(B)) II.
conhecimentos ou "poderes" esotéricos para que ele fale sobre
(C) III.
você, sua vida, seus problemas, seu futuro... (D) I e II.
O problema com o esoterismo é que não temos nenhu- (E) III e IV.
_________________________________________________________
ma prova concreta, científica, de que certos fenômenos real-
3. Considerando-se o contexto, traduz-se corretamente o
mente ocorrem. As "provas" que foram oferecidas até o momento sentido de uma expressão do texto em:
? fotos, depoimentos pessoais, sessões demonstrativas e com- (A) ao menos oferecer uma conjectura = pleitear, mes-
pilações estatísticas de dados ? misteriosamente se recusam a mo assim, uma comprovação.
sobreviver quando testadas no laboratório sob o escrutínio do (B) seu aspecto pessoal, privado = sua verdade íntima,
inconfessável.
cientista ou após uma análise quantitativa mais detalhada.
(C) arranjo cósmico = pretexto universal.
Uma das grandes armas da ciência contra o charlata-
(D)) sob o escrutínio do cientista = pela análise minucio-
nismo é justamente a possibilidade de repetirmos certos experi- sa do cientista.
mentos tantas vezes quantas desejarmos. Os cientistas não (E) armado apenas com inspiração e razão = tão-so-
precisam "acreditar" nos resultados de outros cientistas; basta mente com a fé e a perseverança.
_________________________________________________________
repetir o experimento em seu próprio laboratório, sob condições 4. Quanto à concordância, está inteiramente correta a frase:
idênticas, e os mesmos resultados devem ser encontrados. (A) Não ocorrem aos cientistas imaginar que as explica-
Seria realmente fascinante se houvesse uma força ções dos fenômenos naturais possam ser dadas
pelas práticas esotéricas.
desconhecida que pudesse influenciar nosso comportamento
(B) Se conviessem aos charlatões demonstrar suas
(ou pelo menos indicar tendências) a partir de um arranjo crenças em experimentos de laboratório, eles seriam
cósmico em que nós, como indivíduos, participássemos ativa- os primeiros a fazê-lo.
mente, uma espécie de astronomia personalizada. (C) A todo cientista, seguindo os passos de seus antecesso-
Mas, para mim, mais fascinante ainda é seguir os res e submetendo-se aos procedimentos próprios
da ciência, cumprem desmascarar as malícias dos
passos de outros cientistas e dedicar toda uma vida ao estudo charlatões.
dos fenômenos naturais, armado apenas com inspiração e (D) É desejável que se oponham às "provas" oferecidas
razão. Ao compreendermos um pouco mais sobre o mundo à pelos charlatões a prática das experiências controla-
nossa volta, estaremos, também, compreendendo um pouco das nos laboratórios.
mais sobre nós mesmos e sobre nosso lugar neste vasto e (E)) Não se recorra às práticas esotéricas para que se
"provem", sem nenhum rigor, "fatos" que não pas-
misterioso Universo. sam de construções da fantasia e da especulação.
_________________________________________________________
(Marcelo Gleiser, Retalhos cósmicos. São Paulo:
Companhia das Letras, 1999) 5. Está correta a flexão de todos os verbos da seguinte frase:
(A) Tudo o que advir de uma experiência esotérica
1. Observando-se alguns dos recursos utilizados na constru- sempre obterá, da parte dos cientistas, a atenção e
ção do texto, verifica-se que o cuidado de uma verificação objetiva.
(A)) o emprego das aspas em "poderes" justifica-se do (B) Os profissionais da quiromancia ou da numerologia
mesmo modo que em "provas". não apreciam os consulentes que regateam na hora
do pagar o que lhes é pedido.
(B) a falta de marca pessoal na linguagem garante a
objetividade da demonstração. (C)) Quando diz que um cientista se "inspira", o autor
sugere que ele intui um caminho, que ele se provê
(C) as expressões astronomia personalizada e basta repe- de confiança para considerar uma hipótese objetiva.
tir o experimento são manifestações da ironia do autor.
(D) O esoterismo obstrue o caminho da ciência; a cada
(D) o emprego das aspas em "acreditar" deve-se à ênfa- vez que manter os incautos distantes das práticas
se atribuída a uma ação afirmativa dos cientistas. científicas, estará propagando o irracionalismo.
(E) o emprego da palavra inspiração, no final do texto, (E) É explicável que creamos em práticas esotéricas,
revela que o autor reviu e retificou sua posição pois elas nos fornecem imediatamente explicações
contrária ao esoterismo. mirabolantes para todos os mistérios.
2 TRE-BA-Conhecimentos Gerais-2
www.editorasanar.com.br

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Psicólogo Judiciário TJ/SP 2017
Psicólogo Hospitalar ISGH - HRN 2017
Psicólogo CRAS/ CREAS Pref. Floresta do Piauí/PI 2017
Psicólogo - CRAS Pref. São José da Safira/MG 2017
Psicólogo - Área Organizacional EBSERH/HUJB-UFCG 2017