Prova - Auxiliar de Farmácia - FAUEL - 2014

Detalhes

Profissão: Farmaceutico
Cargo: Auxiliar de Farmácia
Orgão: Pref. Fazenda Rio Grande/PR
Banca: FAUEL
Ano: 2014
Nivel Médio

Conteúdo de aux_farmacia.pdf - 2/10

Página Anterior // Proxima página

Que leitão é este?

1º É a quinta vez que consulto o chefe da redação para saber se chegou algum leitão para
mim e ele arregala os olhos e faz um ar de comiseração antes de responder: - Você está
maluco. Nem o Ennio Pesce ganha leitão nestes tempos bicudos.
2º Afinal, o sujeito passa o ano inteiro dando um duro danado, inventa histórias e verdades,
faz das tripas coração para não deixar a peteca cair, chega dezembro e não pinta nem um
leitão mimoso para reforçar a ceia, isso também já é ____________.
3º Claro, não estou reclamando ou insinuando que os leitores deviam enviar um cabrito, um
polvo, ovas de esturjão. Não é bem isso. Sei que a vida está dura para todos, muita gente já
faz não pequeno sacrifício para ter o jornal de cada dia, tomar o ônibus, pagar a conta de água
e luz, manter os filhos na escola, comprar um jogging para a mulher ir ....... feira, e não fica bem
o redator, ou mesmo o cronista, exigir brindes e propinas por seus trabalhos e serviços.
4º Ouvi dizer, por exemplo, que os ministros recebem presentes. Bem verdade que os
ministros são mais divertidos que os cronistas, talvez até melhores conhecedores do vernáculo,
e quem sabe nem cometam erros de ortografia e sintaxe; é possível até que, se não
estivessem tão ocupados, escrevessem excelentes crônicas sobre amenidades ou temas
sérios.
5º Mas ninguém é mais solidário com o povo do que o cronista. Quando um camelô
anuncia óleo-elétrico para reumatismos, quando o homem toca suas melodias ....... sombra da
estátua de Anchieta na Praça da Sé, quem está entre os curiosos e eventuais __________?
Nunca vi nenhum ministro lá.
6º O futebol, outro exemplo. Na geral, encarapitado no cimento, com a bandeira
desfraldada, quem se esgoela, quem arremete contra a genitora do árbitro, quem pede justiça,
quem vibra com o chute de bico no ângulo? Acaso o ministro?
7º Quem discute o preço da escarola, quem tergiversa diante da banca de pêssegos e
nectarinas, quem duela com o camarão-pistola? Algum ministro? Algum vereador?
8º Não. O cronista.
9º Por dever de ofício, dirão. Por dever de ofício. Por dever de recolher, no meio-fio do
cotidiano, os pedregulhos que maceram os pés do povo sem sandálias. Cáspite, __________
não nasci eu um simples demagogo?
10 No entanto, apesar de tanto sacrifício, nem um leitão de leite. Nem um peru. Que digo?
Nem um pernil.
11 Há horas em que tenho vontade de mandar tudo às favas, parar de me aborrecer com a
ingratidão humana, fingir que não ligo para nada, perder os últimos escrúpulos e amaldiçoar o
dia em que, contrariando os conselhos da família e principalmente da tia Nhanhá, enveredei
............... caminho da chamada imprensa livre.
12 Antes tivesse entrado ........ política e aderido logo ao governo. Ao menos estaria com
meu pacote garantido. E, certamente, com um bom leitão.
(DIAFÉRIA, Lourenço. A morte sem colete. São Paulo, Moderna, 1986. p. 62-3.)


01 - Obedecendo as normas referentes à regência verbal e nominal assinale a alternativa
que preenche corretamente as lacunas de linha pontilhada no texto:
a) a ? para este ? em.
b) para a ? a este ? à.
c) à ? por este ? na.
d) na ? neste ? para a.

02 - Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas de linha contínua no
texto:
a) dezaforo ? fregreses ? porque.
b) disaforo ? freguezes ? porquê.
c) dizaforo ? fregueses ? por quê.
d) desaforo ? fregueses ? por que.


2
www.editorasanar.com.br

Conteúdo de gabarito.pdf - 2/10

Página Anterior // Proxima página

A D C B A D A C C A
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
D B C A B C B B A C


AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C A B C B A C B D A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D D B B A D B A C A
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B A D A B D D A C C


AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C A B C B A C B D A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D D B B A D B A C A
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B A D D D A A C C B



CUIDADOR SOCIAL

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C D D D A A C A B D
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D B C A D C B A B C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
A D C B A C B C D B
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
D A C D B A D A B A



INTÉRPRETE DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS - LIBRAS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C D D D A A C A B D
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D B C A D C B A B C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
A D C B A D A B C C
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
A A D D B C B C D A


2
Rua Jacarandá, nº 300, Nações, Fazenda Rio Grande ? PR
www.fazendariogrande.pr.gov.br


www.editorasanar.com.br

Conteúdo de gabarito_definitivo.pdf - 2/13

Página Anterior // Proxima página

AUXILIAR DE FARMÁCIA

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
*X D D D A A C A B D
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D B C A *X C **A A B C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
A D **B B A D A C C A
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
D B C A B C B B A C

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C A B C B A C B **A A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D D B B A D B A C A
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B A D A B D D A C C

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
C A B C B A C B **A A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D D B B A D B A C A
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B A D D D A A C C B




49
Rua Jacarandá, nº 300, Nações, Fazenda Rio Grande ? PR
www.fazendariogrande.pr.gov.br


www.editorasanar.com.br

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Auxiliar de Farmácia Pref. Fazenda Rio Grande/PR 2014
Auxiliar de Farmácia Pref. Fazenda Rio Grande/PR 2013
Farmacêutico - Bioquímico Pref. Fazenda Rio Grande/PR 2012
Auxiliar de Farmácia Pref. Fazenda Rio Grande/PR 2012