Prova - Auxiliar de Farmácia - ASPERHS - 2007

Detalhes

Profissão: Farmaceutico
Cargo: Auxiliar de Farmácia
Orgão: Pref. Paudalho/PE
Banca: ASPERHS
Ano: 2007
Nivel Médio

Conteúdo de prova_38_9_40.pdf - 2/7

Página Anterior // Proxima página

Prefeitura Municipal de Paudalho - PE
Concurso Público 2007 ? http://www.asperhs.com.br

II. O autor busca, nos seus argumentos, respaldo em
historiadores e estudiosos.
Português
III. Segundo o autor do texto, a interação entre a História e
a ficção implica produção cinematógrafa de excelência.
Texto I
IV. É devido à limitada produção de sentidos que o cinema
Ficção ou realidade? ultrapassa os espaços de projeções tradicionais.
Ao longo do século XX, o cinema tornou-se um V. O autor, incondicionalmente, ratifica a teoria de
poderoso meio de comunicação. Despertou interesse de Aristóteles.
vários estudiosos, em especial os historiadores, que se
envolveram no debate sobre as relações entre o Estão corretas as afirmativas:
audiovisual e a história. Até que ponto o cinema poderia
produzir obras históricas ou, somente, obras de ficção? E a) I, II e V
como distinguir o discurso histórico do ficcional? b) I, II e III
Aristóteles, na sua Arte poética, estabeleceu uma c) II, III e IV
distinção simples: historiador é aquele que escreve sobre o d) I, II, III e IV
que aconteceu, já o ficcionista escreve sobre o que poderia e) III, IV e V
ter acontecido. No entanto, essa distinção se turva quando
admitimos que o fato não é uma matéria bruta que se 02. A partir das idéias do texto I, podemos concluir que:
impõe à percepção, mas sim a resultante de buscas
movidas pela interpretação do real. a) A História e a ficção possuem duas vertentes
Neste debate, há uma vertente que prioriza a que, de forma articulada, contribuem para as
interpretação histórica do filme, valorizando não só as teorias de Aristóteles.
produções que se pretendem não-ficcionais, mas também b) A divergência entre a ficção e a História resulta
as de ficção. Segundo Marc Ferro, o filme, seja ele numa produção de qualidade, construindo
documentário ou ficção, quando analisado em associação diversos sentidos para a indústria
com o mundo que o produziu, pode prestar testemunhos cinematógrafa.
da realidade representada. A hipótese desse historiador é c) As produções do cinema estão abalizadas em
que o filme, documento ou ficção, intriga autêntica ou pura pesquisas precisas, eliminando, portanto, a
invenção, é história. contribuição dos elementos fictícios.
Outra vertente desse debate reconhece as d) A cumplicidade estabelecida entre a História e
possibilidades de uma interpretação fílmica dos a ficção no cinema produz sentidos múltiplos,
acontecimentos, pois o discurso historiográfico não é extrapolando os limites físicos, contribuindo,
gênero exclusivo permitido apenas aos profissionais. assim, para outras áreas.
Nesses casos, teremos os filmes concebidos a partir de e) O cinema atravessou o espaço de projeção
rigorosas pesquisas. Todavia, mesmo essas produções comum para atender às necessidades das
não se isentariam de aspectos ficcionais: o desempenho aulas, adaptando-se conforme as exigências
dos atores, a voz, os gestos. Se, como dizia Glauber dos historiadores.
Rocha, ?um filme é feito com uma câmera na mão e uma
idéia na cabeça?, parece evidente que a câmera exibe o 03. Em ?No entanto, essa distinção se turva quando
que a cabeça pensou. Em todos os filmes, a realidade admitimos que o fato não é uma matéria bruta...?, o termo
mostrada é, antes de tudo, editada. grifado equivale,no contexto, semanticamente, a :
Assim, percebemos que as duas vertentes
anteriores se combinam na medida em que história e a) contestar
ficção se mesclam. Um exemplo feliz dessa fusão é o filme b) convergir
O nome da rosa, dirigido por Jean-Jacques Annaud e c) alterar
baseado no romance homônimo de Umberto Eco, em que d) transformar
um monge investiga uma série de mortes em um mosteiro e) complicar
medieval. Trata-se de uma obra de ficção que recebeu
elogios dos maiores medievalistas, entre eles, Georges 04. Assinale a alternativa em que o sinal indicativo de
Duby. crase está corretamente empregado.
História e ficção, quando uma presta serviço à
outra, produzem um cinema de qualidade, gerando um a) É importante que o cinema chegue à diversas
processo inesgotável de produção de sentidos. Talvez por salas de aula em atividades diferenciadas.
isso, o cinema tenha atravessado as salas de projeção b) Em relação à uma pesquisa mais apurada,
convencionais para chegar, também, às salas de aula. essa contribuirá para os detalhes do filme.
(COTRIN, Gilberto. História Viva n. 42, maio c) Faz-se necessário estar frente à frente das
2007.)
inovações fictícias.
d) No que diz respeito à História Medieval, o filme
pode referir-se à qualquer situação verídica.
01. Segundo o texto pode-se afirmar que:
e) A informação histórica, à qual faz alusão o
filme, é de uma contribuição refinada para as
I. O autor utiliza-se de questionamentos, no final do
aulas.
primeiro parágrafo, para conduzir a temática abordada no
texto.


Grupo 09 - Cargo 40 ? Auxiliar de Farmácia; Cargo 41 ? Auxiliar de Pessoal; Cargo 42 ? Agente Ambiental; Cargo 43 ? Agente Sanitarista; Cargo 44 ?
Atendente; Cargo 45 ? Auxiliar de Biblioteca; Cargo 46 ? Auxiliar de Secretaria.
Página 2 de 7

www.editorasanar.com.br

Conteúdo de gabaritos_paudalho2.pdf - 2/56

Página Anterior // Proxima página

GABARITOS OFICIAIS DAS PROVAS OBJETIVAS
PREFEITURA MUNICIPAL DE PAUDALHO - PE
Concurso Público ? Aplicação: 22/07/07



GABARITO OFICIAL DEFINITIVO DA PROVA OBJETIVA


Grupo 01 / Cargo 02 ? ENFERMEIRO


1ª Parte - PORTUGUÊS

01 ? E 06 ? B
02 ? D 07 ? B
03 ? B 08 ? D
04 ? A 09 ? E
05 ? C 10 ? E

2ª Parte ? INFORMÁTICA

11 ? A 16 ? *
12 ? B 17 ? B
13 ? C 18 ? E
14 ? B 19 ? D
15 ? B 20 ? C

3ª Parte ? CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21 ? B 26 ? C 31 ? C 36 ? B
22 ? E 27 ? E 32 ? A 37 ? B
23 ? B 28 ? * 33 ? C 38 ? D
24 ? E 29 ? B 34 ? C 39 ? C
25 ? C 30 ? A 35 ? C 40 ? D



* - anulada




www.asperhs.com.br




www.editorasanar.com.br

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Farmacêutico Pref. Paudalho/PE 2007
Auxiliar de Farmácia Pref. Paudalho/PE 2007