Prova - Farmacêutico - FUNCAB - 2012

Detalhes

Profissão: Farmacêutico
Cargo: Farmacêutico
Orgão: Pref. Vassouras/RJ
Banca: FUNCAB
Ano: 2012
Nivel Superior

Download dos Arquivos

gabaritos.pdf
s12_v_farmaceutico.pdf

Conteúdo de s12_v_farmaceutico.pdf - 2/17

Página Anterior // Proxima página

LÍNGUA PORTUGUESA Enfim, incerta é a vida e tudo o que ela comporta.
Somos aprendizes, somos novatos, mas
Leia o texto abaixo e responda às questões beneficiários de uma dádiva: nascemos. Tivemos a
propostas. chance de existir. De fazer tentativas. O sentido disso
tudo? Fazer parte. Simplesmente fazer parte.
Leiga, totalmente leiga em psicanálise, é o Muitos têm uma dificuldade tremenda em
que sou. Mas interessada como se dela dependesse aceitar essa transitoriedade. Por isso a psicoterapia é
minha sobrevivência. Para saciar essa minha tão benéfica. Ela estende a mão e ajuda a domar
curiosidade, costumo ler alguns livros sobre o nosso medo. Só convivendo amigavelmente com
assunto, e outro dia, envolvida por um texto instigante esses quatro fantasmas ? finitude, liberdade, solidão
? acho que da Viviane Mosé, que já foi mencionada e falta de sentido da vida ? é que conseguiremos
nesta página anteriormente ? me deparei com as atravessar os dias de forma mais alegre e
quatro principais questões que assombram nossas desassombrada. (MEDEIROS, Marta. Revista O Globo:
vidas e que determinam nossa sanidade mental. 12/03/2008, p. 28.)
São elas:
1) Sabemos que vamos morrer.
2) Somos livres para viver como desejamos.
3) Nossa solidão é intrínseca. Questão 01
4) A vida não tem sentido.
Basicamente, isso. Nossas maiores angústias A argumentação desenvolvida no texto está
e dificuldades advêm da maneira como lidamos com orientada no sentido de persuadir o leitor a concluir
nossa finitude, com nossa liberdade, com nossa que:
solidão e com a gratuidade da vida. Sábio é aquele
que, diante dessas quatro verdades, não se A) ajudando-nos a conviver com os grandes medos
desespera. da alma humana, a psicoterapia é benéfica.
Realmente, não são questões fáceis. A B) na vida, só sabemos se nos equivocamos ou não
consciência de que vamos morrer talvez seja a mais em nossas escolhas na hora do balanço final.
desestabilizadora, mas costumamos pensar nisso C) ninguém vive seguro: tudo é passageiro e incerto
apenas quando há uma ameaça concreta: o neste mundo, especialmente nossos amores.
diagnóstico de uma doença ou o avanço da idade. As D) os que mais sofrem entre nós são os arrogantes,
outras perturbações são mais corriqueiras. Somos que anseiam por poder e se creem imortais.
livres para escolher o que fazer de nossas vidas, e E) a religião é a verdadeira alternativa para a
isso é amedrontador, pois coloca a responsabilidade aparente falta de sentido da existência do homem.
em nossas mãos. A solidão assusta, mas sabemos
que há como conviver com ela: basta que a gente dê
conteúdo à nossa existência, que tenhamos uma Questão 02
vontade incessante de aprender, de saber, de se
autoconhecer. Quanto à gratuidade da vida, alguns Ao longo do texto, a autora recorre a todas as
resolvem com religião, outros com bom humor e estratégias argumentativas a seguir, EXCETO:
humildade. O que estamos fazendo aqui? Estamos
todos de passagem. Portanto, não aborreça os outros A) ordenar as ideias obedecendo a critério fixado em
e nem a si próprio, trate de fazer o bem e de se divertir, enumeração inicial.
que já é um grande projeto pessoal. B) transcrever discurso ou fala de autoridade na
Volto a destacar: bom humor e humildade são matéria abordada na crônica.
essenciais para ficarmos em paz. Os arrogantes são C) recorrer ao uso reiterado da 1ª pessoa do plural
os que menos conseguem conviver com a finitude, com o fim de conquistar a adesão do leitor.
com a liberdade, com a solidão e com a falta de D) alegar ignorância na matéria, para afastar a
sentido da vida. Eles se julgam imortais, eles querem hipótese de que fala de uma posição de poder.
ditar as regras para os outros, eles recusam o silêncio E) interpelar o leitor com conselhos de vida ou
e não vivem sem aplausos e holofotes, dos quais são palavras de ordem.
patéticos dependentes. A arrogância e a falta de
humor conduzem muita gente a um sofrimento que
poderia ser bastante minimizado: bastaria que eles
tivessem mais tolerância diante das incertezas.
Tudo é incerto, a começar pelo dia e a hora de
nossa morte. Incerto é nosso destino, pois, por mais
que façamos escolhas, elas só se mostrarão
acertadas ou desastrosas lá adiante, na hora do
balanço final. Incertos são nossos amores, e por isso
é tão importante sentir-se bem mesmo estando só.
02 FUNCAB - Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt

www.editorasanar.com.br

Conteúdo de gabaritos.pdf - 2/82

Página Anterior // Proxima página

[Tela 300 v1.0.0]


GABARITO DA PROVA OBJETIVA- PROCESSO SELETIVO - PREFEITURA MUNICIPAL DE VASSOURAS/RJ


Cargo:

Tipo de Prova

LÍNGUA CONHECIMENTOS BÁSICOS SAÚDE CONHECIMENTOS
PROVA V PORTUGUESA
MATEMÁTICA
PÚBLICA ESPECÍFICOS
F01 - AGENTE COMUNITÁRIO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
DE SAÚDE D E A C B D A C B D B C D D E E A C D B D E B D C E A C B D A C B E A A D C E B A D B A E C D C D B




www.editorasanar.com.br

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Farmacêutico Pref. Vassouras/RJ 2014
Atendente de Farmácia Pref. Vassouras/RJ 2014
Farmacêutico Pref. Vassouras/RJ 2012
Atendente de Farmácia Pref. Vassouras/RJ 2012
Farmacêutico Pref. Vassouras/RJ 2008