Prova - Odontólogo - PSF - IDECAN - 2008

Detalhes

Profissão: Odontologo
Cargo: Odontólogo - PSF
Orgão: Pref. Matias Cardoso/MG
Banca: IDECAN
Ano: 2008
Nivel Superior

Conteúdo de 34.pdf - 1/5

// Proxima página

C
CO
C ON
O NC
N CU
CUUR
RRSSSO
OP
O PÚ
PÚÚB
BL
B LIIIC
L CO
C O í PREFEITURA MUNICIPAL DE MATIAS CARDOSO/MG
O
CARGO: ODONTÓLOGO PSF
TEXTO I: Maniqueísmo
A polêmica das cotas, na qual está em jogo o projeto de país que se quer ? se aberto ou regido por normas capazes de
dividir perigosamente a sociedade ?, chegou ao Supremo Tribunal Federal, o fórum indicado para deliberar sobre um conflito
dessa magnitude. Iniciado o julgamento do tema numa ação sobre o Programa Universidade para Todos(ProUni), o presidente
da Corte, ministro Gilmar Mendes, já recebeu manifestos das duas correntes em choque.
Com o julgamento suspenso por um pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa, depois do primeiro voto, favorável às
cotas, de Ayres Britto, os dez magistrados que faltam votar ganharam mais tempo para refletir. Experientes, os ministros
saberão se defender do maniqueísmo existente no debate. Expresso, por exemplo, no documento dos defensores das cotas
entregue a Gilmar Mendes, quando ele considera ser a visão oposta uma expressão da ?elite conservadora?, interessada em
?manter o poder que acumulou no período da escravidão?.
É mais um equívoco dos que pretendem racializar o contrato de convívio social num país miscigenado, sem o passado de
choques entre brancos e negros existentes nos Estados Unidos, fonte de inspiração da política de cotas ? por sinal, lá derrubada
exatamente na Suprema Corte. As cotas funcionam como um cavalo de Tróia, para contrabandear uma tensão racial inexistente
no Brasil.
Quando se critica a proposta, um objetivo é impedir que haja, um apartheid contra o branco pobre, um dos mais
prejudicados pela idéia. Conforme alerta o documento encaminhado ao STF por 113 intelectuais, artistas, representantes de
movimentos sociais e de sindicatos, as cotas, ao contrário do que se quer fazer crer, são elitistas, pois beneficiarão apenas uma
franja da classe média, média/baixa, mantendo a grande massa de pobres, independente da cor, à margem do ensino. Para o
governo, defensor das cotas, convém acenar com uma solução pretensamente milagrosa que o exima de executar com a pressa
e prioridade necessárias a ação afirmativa mais indicada: melhorar o ensino público básico a toque de caixa e estimular
programas específicos que permitam o acesso dos pobres ? não importa se brancos, negros, mulatos, amarelos ? à universidade
pelos seus próprios méritos. E não por um artifício burocrático que da nada lhes valerá quando tiverem de disputar espaço no
mercado de trabalho. (O Globo)
01) Com referência ao texto assinale a alternativa correta:
A) O primeiro parágrafo, com estrutura descritiva, tem o objetivo de fazer uma crítica ao sistema de cotas.
B) Uma das afirmativas contidas no texto é de que o sistema de cotas é defendido pelo governo.
C) Segundo o autor, as cotas beneficiarão a todos da população.
D) É possível, de acordo com o texto, aplicar uma política de cotas inspirada nos Estados Unidos.
E) O primeiro voto favorável às cotas foi do ministro Joaquim Barbosa.
02) Assinale a alternativa que NÃO corresponde às idéias do texto:
A) O autor é contra a política de cotas no Brasil.
B) O autor considera o sistema de cotas uma expressão da ?elite conservadora?.
C) O autor defende a idéia de que é preciso investir em educação de base.
D) As cotas beneficiarão apenas uma parte da classe média, média baixa.
E) O sistema de cotas divide a sociedade.
03) Pode-se afirmar sobre o texto ?Maniqueísmo?, EXCETO:
A) Apresenta ausência de temporalidade. D) Apresenta argumento fundamentado em comparação.
B) Apresenta o ponto de vista do autor. E) O primeiro parágrafo retoma ao título do texto.
C) Apresenta linguagem clara, subjetiva e pessoal.
04) Ao concluir o texto, o autor:
I. Apresenta indagações que gera questionamentos.
II. Apresenta uma linguagem de difícil entendimento para dificultar a compreensão por parte de algumas pessoas.
III. Faz uma crítica ao sistema de cotas.
IV. Apresenta soluções que para ele são viáveis para a solução do problema.
Estão corretas as afirmativas:
A) I, II e IV B) II, III C) I, II, IV D) III e IV E) I e IV
05) Pode-se inferir do texto, EXCETO:
A) O ensino público básico apresenta deficiências.
B) O ministro Gilmar Mendes considera o sistema de cotas uma expressão da elite conservadora.
C) O branco pobre foi prejudicado pelas idéias do sistema de cotas.
D) Os intelectuais, artistas, representantes de movimentos sociais e de sindicatos são contra o sistema de cotas.
E) O choque entre brancos e negros levou os Estados Unidos a adotarem a política de cotas.
TEXTO II: Solução temporária
Há cerca de cinco anos introduziu-se no país a reserva de vagas nas universidades brasileiras. A Uerj foi a primeira a
instituir essa política, através de lei aprovada na Alerj. Há hoje muita discussão sobre este tema e, ainda bem, haverá de ocorrer
muito mais. O centro do debate está situado na decisão de criar uma reserva de vagas para a população negra brasileira.
Estamos incorporando soluções americanas para os brasileiros? Estabelecendo uma política de racismo às avessas no país?
São questões relevantes, mas insuficientes para a análise criteriosa do debate. É um fato que a política de cotas promove
um ato de desigualdade com o objetivo de promover, e principalmente acelerar, a igualdade. O Brasil teve quase quatro séculos
de escravidão e, desde a instituição da República, não fez o ?dever de casa? republicano. Dever de promover a igualdade e
inserir a população negra descendente de escravos na condição de cidadãos.
ODONTÓLOGO PSF 2
www.idespem.org.br atendimento@idespem.org.br
www.editorasanar.com.br

Conteúdo de gabaritorecurso.pdf - 1/28

// Proxima página

GABARITO OFICIAL - CONCURSO PÚBLICO -APÓS
RECURSOS
PREFEITURA MUNICIPAL DE MATIAS CARDOSO/MG

™ # : Questão anulada
™ Alternativas em vermelho: sofreram alteração na opção de resposta


CARGO: VIGILANTE
01 C 11 C 21 E 31 B
02 A 12 D 22 A 32 C
03 E 13 A 23 A 33 A
04 C 14 D 24 D 34 B
05 E 15 B 25 E 35 D
06 E 16 C 26 E 36 A
07 C 17 E 27 B 37 C
08 D 18 D 28 D 38 D
09 C 19 C 29 E 39 B
10 B 20 B 30 D 40 D


===================================================

GABARITO OFICIAL - CONCURSO PÚBLICO -APÓS
RECURSOS
PREFEITURA MUNICIPAL DE MATIAS CARDOSO/MG

™ # : Questão anulada
™ Alternativas em vermelho: sofreram alteração na opção de resposta


CARGO: PEDREIRO
01 C 11 C 21 A 31 B
02 A 12 D 22 D 32 C
03 E 13 A 23 D 33 A
04 C 14 D 24 A 34 B
05 E 15 B 25 C 35 D
06 E 16 C 26 D 36 A
07 C 17 E 27 D 37 C
08 D 18 D 28 C 38 D
09 C 19 C 29 E 39 B
10 B 20 B 30 D 40 D




www.editorasanar.com.br

Provas relacionadas

Cargo Orgão Ano
Odontólogo Pref. Matias Cardoso/MG 2016
Cirurgião Dentista Pref. Matias Cardoso/MG 2012
Odontólogo - PSF Pref. Matias Cardoso/MG 2008
Odontólogo Pref. Matias Cardoso/MG 2008
Odontólogo Pref. Matias Cardoso/MG 2008