Anemia Ferropriva: Tratamento Clínico Nutricional

A deficiência de ferro e anemia nutricional causam impacto sobre a capacidade de trabalho e o desenvolvimento psicomotor.11 Por isso, em dezembro de 2002, a resolução da diretoria colegiada (RDC) nº 344, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), tornou obrigatória a fortificação das farinhas de trigo e de milho no país, com um mínimo de 4,2 mg (quatro vírgula dois miligramas) de ferro e 150 μg (cento e cinquenta microgramas) de ácido fólico, para cada 100 g (cem gramas) de farinha.


Este conteúdo está bloqueado

A deficiência de ferro e anemia nutricional causam impacto sobre a capacidade de trabalho e o desenvolvimento psicomotor.11 Por isso, em dezembro de 2002, a resolução da diretoria colegiada (RDC) nº 344, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), tornou obrigatória a fortificação das farinhas de trigo e de milho no país, com um mínimo de 4,2 mg (quatro vírgula dois miligramas) de ferro e 150 μg (cento e cinquenta microgramas) de ácido fólico, para cada 100 g (cem gramas) de farinha.


Esse conteúdo faz parte do capítulo Anemias Nutricionais do livro Nutrição Clínica para Concursos e Residências

Esse conteúdo faz parte de nosso livro:
Nutrição Clínica para Concursos e Residências