Cirurgia Bariátrica: Tecnicas Cirurgicas- Endoscópicas

BALÃO INTRAGÁSTRICO • TIPO DA TÉCNICA: Restritiva (diminuição da quantidade de alimentos que entra no trato gastrointestinal).8 • EM QUE CONSISTE A TÉCNICA: colocação de um balão intragástrico por via endoscópica, com cerca de 500ml de líquido, objetivando diminuir a capacidade gástrica do paciente, provocando a saciedade e diminuindo o volume residual disponível para os alimentos. Método provisório: o balão deve ser retirado no prazo recomendado pelo fabricante. 8 • INDICAÇÃO: adjuvante do tratamento de perda de peso, principalmente no preparo pré-operatório de pacientes com superobesidade (IMC >50 kg/m2), com associação de patologias agravadas e/ou desencadeadas pela obesidade mórbida.8 • CONTRAINDICAÇÕES: esofagite de refluxo; hérnia hiatal; estenose ou divertículo de esôfago; lesões potencialmente hemorrágicas, como varizes e angiodisplasias; cirurgia gástrica ou intestinal de ressecção; doença inflamatória intestinal; uso de anti-inflamatórios, anticoagulantes, álcool ou drogas e transtornos psíquicos.8 • COMPLICAÇÕES: aderências ao estômago; passagem para o duodeno; intolerância ao balão, com vômitos incoercíveis; úlceras e erosões gástricas; esvaziamento espontâneo do balão; obstrução intestinal por migração do balão; perfuração gástrica; infecção fúngica em torno do balão.8


Este conteúdo está bloqueado

BALÃO INTRAGÁSTRICO • TIPO DA TÉCNICA: Restritiva (diminuição da quantidade de alimentos que entra no trato gastrointestinal).8 • EM QUE CONSISTE A TÉCNICA: colocação de um balão intragástrico por via endoscópica, com cerca de 500ml de líquido, objetivando diminuir a capacidade gástrica do paciente, provocando a saciedade e diminuindo o volume residual disponível para os alimentos. Método provisório: o balão deve ser retirado no prazo recomendado pelo fabricante. 8 • INDICAÇÃO: adjuvante do tratamento de perda de peso, principalmente no preparo pré-operatório de pacientes com superobesidade (IMC >50 kg/m2), com associação de patologias agravadas e/ou desencadeadas pela obesidade mórbida.8 • CONTRAINDICAÇÕES: esofagite de refluxo; hérnia hiatal; estenose ou divertículo de esôfago; lesões potencialmente hemorrágicas, como varizes e angiodisplasias; cirurgia gástrica ou intestinal de ressecção; doença inflamatória intestinal; uso de anti-inflamatórios, anticoagulantes, álcool ou drogas e transtornos psíquicos.8 • COMPLICAÇÕES: aderências ao estômago; passagem para o duodeno; intolerância ao balão, com vômitos incoercíveis; úlceras e erosões gástricas; esvaziamento espontâneo do balão; obstrução intestinal por migração do balão; perfuração gástrica; infecção fúngica em torno do balão.8


Esse conteúdo faz parte do capítulo Obesidade do livro Nutrição Clínica para Concursos e Residências

Esse conteúdo faz parte de nosso livro:
Nutrição Clínica para Concursos e Residências