Contraindicações Do Aleitamento Materno

O aleitamento materno é contraindicado quando a mãe apresenta doenças cardíacas, renais, pulmonares ou hepáticas graves, depressão e psicose grave ou uso de drogas incompatíveis com a amamentação, infectadas pelo HIV ou pelo vírus T-linfotrópicos humanos tipo I ou II, na quimioterapia/ radioterapia oncológica materna, em crianças com galactosemia, doença rara em que ela não pode ingerir leite humano ou qualquer outro que contenha lactose, dentre outras condições que impossibilitam a amamentação temporariamente ou definitiva. Nas demais doenças causadas por outros vírus, bactérias e fungos, o profissional de saúde deve realizar uma avaliação, mas na maioria dos casos, o aleitamento materno é mantido, pelo efeito protetor que oferece.


Este conteúdo está bloqueado

O aleitamento materno é contraindicado quando a mãe apresenta doenças cardíacas, renais, pulmonares ou hepáticas graves, depressão e psicose grave ou uso de drogas incompatíveis com a amamentação, infectadas pelo HIV ou pelo vírus T-linfotrópicos humanos tipo I ou II, na quimioterapia/ radioterapia oncológica materna, em crianças com galactosemia, doença rara em que ela não pode ingerir leite humano ou qualquer outro que contenha lactose, dentre outras condições que impossibilitam a amamentação temporariamente ou definitiva. Nas demais doenças causadas por outros vírus, bactérias e fungos, o profissional de saúde deve realizar uma avaliação, mas na maioria dos casos, o aleitamento materno é mantido, pelo efeito protetor que oferece.


Esse conteúdo faz parte do capítulo Aleitamento Materno do livro Ciclos da Vida para Concursos e Residências

Esse conteúdo faz parte de nosso livro:
Ciclos da Vida para Concursos e Residências