Doenças Hepáticas: Dietoterapia- Doença Gordurosa Hepática Alcoolica

Na doença gordurosa hepática de origem alcoólica (esteatose hepática), evidências demonstram que a terapêutica da esteatose e a progressão do dano hepatocelular estão correlacionadas com medidas diversas, como controle da ingestão de álcool, redução do peso, controle da ingestão de ácidos graxos de cadeia longa, ou substituição parcial por ácidos graxos de cadeia média, além da suplementação com novos substratos nutricionais


Este conteúdo está bloqueado

Na doença gordurosa hepática de origem alcoólica (esteatose hepática), evidências demonstram que a terapêutica da esteatose e a progressão do dano hepatocelular estão correlacionadas com medidas diversas, como controle da ingestão de álcool, redução do peso, controle da ingestão de ácidos graxos de cadeia longa, ou substituição parcial por ácidos graxos de cadeia média, além da suplementação com novos substratos nutricionais


Esse conteúdo faz parte do capítulo Doenças Hepáticas, Biliares E Pancreáticas do livro Nutrição Clínica para Concursos e Residências

Esse conteúdo faz parte de nosso livro:
Nutrição Clínica para Concursos e Residências