Doenças Hepáticas: Índices Prognósticos

Associada à identificação do estado nutricional, é de extrema relevância classificar a gravidade da DHC, o que convencionalmente é feito pelos índices prognósticos, como o índice de Child-Pugh e pelo Modelo para Doença Hepática Terminal (Model for End-Stage Liver Disease ou MELD), aliados no efetivo planejamento e acompanhamento da Terapia Nutricional (TN) a ser implantada pela equipe multiprofissional de Terapia Nutricional Enteral (TNE) e Parenteral (TNP).


Este conteúdo está bloqueado

Associada à identificação do estado nutricional, é de extrema relevância classificar a gravidade da DHC, o que convencionalmente é feito pelos índices prognósticos, como o índice de Child-Pugh e pelo Modelo para Doença Hepática Terminal (Model for End-Stage Liver Disease ou MELD), aliados no efetivo planejamento e acompanhamento da Terapia Nutricional (TN) a ser implantada pela equipe multiprofissional de Terapia Nutricional Enteral (TNE) e Parenteral (TNP).


Esse conteúdo faz parte do capítulo Doenças Hepáticas, Biliares E Pancreáticas do livro Nutrição Clínica para Concursos e Residências

Esse conteúdo faz parte de nosso livro:
Nutrição Clínica para Concursos e Residências